''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




terça-feira, 31 de janeiro de 2012

O TEMPO, A VIDA E O QUE REALMENTE IMPORTA

E termina mais um mês. Janeiro está indo embora. O tempo parece correr, querer competir com o nosso breve e passageiro tempo que nos foi dado.
Aos poucos vou me aproximando do que as pessoas chamam de terceira idade. Fico feliz com isso, trago comigo as experiências, sucessos e fracassos dos obstáculos que enfrentei.
Um dia fui criança, brinquei, corri e pulei. As marcas ficaram e ainda trago esta criança dentro de mim. Medrosa, assustada algumas vezes, mas fortificada pelo tempo. Uma armadura se formou em minha volta, estou ficando a cada dia mais imune da maldade que me cerca, que cerca a todos. A indiferença, o descaso, a banalidade e frivolidade da vida da maioria das pessoas.
O tempo continua a passar, passou janeiro e passará fevereiro. Ainda tenho muito a prender, um caminho ainda a percorrer, assim, sigo em frente. Entristecido algumas vezes pela hipocrisia que me cerca, cerca a todos, mas poucos percebem. Me incomodava a política e a sua imoral corrupção e impunidade, continua crescendo, mas já não me importa mais, pois sei que nada irá mudar, o caminho para o penhasco do nosso país está se encurtando, sei disso, percebo. Não vivo mais em sonhos de consumo desenfreados, não sou mais tocado pelas novidades que o mercado oferece e parece cegar e enfeitiçar o mundo inteiro.
Tenho tudo que preciso, sou grato a Deus por isso. Então, descobri que todo este consumo, ganância, o ter sempre mais e mais, já não importa tanto. Olho e percebo que na realidade, nunca importou.
Tive bons exemplos de adultos, meus país de alguma forma, me tornaram o ser humano que hoje sou e lhes sou grato, eternamente grato. Sinto apenas pelos conselhos de deixei de ouvir. Hoje, ao perceber o tempo fugir de minhas mãos. ao perceber o quanto os dias estão sendo abreviados, me importa apenas a vida. Não apenas a minha vida, mas toda a forma de vida que me cerca. Principalmente a vida de criaturas que não podem se defender e sobreviver sem a nossa ajuda.
Dedico minha vida aos animais, dedicarei até meu último alento. Descobri que a verdadeira alegria e felicidade não encontramos em lojas e shopping, mas sim perambulando perdida pelas ruas.
Não existe nada mais gratificante do que ajudar ao próximo, mesmo sendo este próximo apenas um pequeno cão ou gato.
Acredito acima de tudo que isto é um dom que me foi dado por Deus. E acima de tudo, acredito em Deus. Acredito nas maravilhas que Ele nos deu, as mesmas maravilhas que agora vejo os homens destruindo. Sei sobre o triste fim ao qual o homem se encaminha. Mas nem sequer uma vírgula posso mudar. Posso mudar, e para melhor, apenas o pequeno espaço que me cerca.
O que faço no meu dia a dia, com dignidade e amor, isto é o que muda o nosso pequeno mundo. Escrevo isto para os amigos que leem este blog. Não esperem mais escritos sobre a corrupção, sobre catástrofes que virão, sobre presságios e sobre o triste fim que se aproxima. Façam de sua vida o melhor que podem, não acumulem tesouros que as traças irão comer e a ferrugem corroer. Não sonhem com Mercedes e Bmw's, se um simples carro lhes pode levar a qualquer lugar. Não sonhem com mansões e riquezas, percebam agora o quanto vocês já são felizes e abençoados e agradeçam por esta benção. Como já mencionei em postagens anteriores, vou dedicar mais o meu tempo aos amigos animais e o meu blog deixará definitivamente de publicar hipocrisias e imundices políticas que apenas irão aumentar. Esta notícias poderão ser lidas em jornais. Quanto ao triste fim que se aproxima, mais uma vez digo a todos que leiam sempre as entrelinhas, percebam a sombra que se aumenta e se aproxima, olhem e vejam, escutem e ouçam. Digo isto mais uma vez e nunca irei me cansar de repetir, eu sei, eu vi, eu estive lá.
Siegmar

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

DESCASO, ABANDONO E IGNORÂNCIA É CULPA DO GOVERNO?

Como amigo e protetor dos animais, fico indignado quando leio reportagens sobre o descaso, abandono e maus tratos para com estas inocentes criaturas.
Mas o que me deixa ainda mais indignado, é quando leio artigos escritos culpando o governo pela super população de cães abandonados nas ruas.
Me desculpem os protetores, mas isto não tem absolutamente nada em haver com o governo.
O governo pode até ser corrupto e ladrão, sabemos que é, mas culpá-lo pela ignorância do povo, isso não.
Cada ser humano tem a obrigação de cuidar dos animais. Lhes fornecer abrigo, alimento, água, providenciar veterinário quando adoecem, castrar os mesmos quando possível, ou ao menos cuidar das fêmeas quando entram no cio. Isso é fácil de fazer.
Infelizmente a ignorância tomou conta das pessoas, bem como a indiferença. Assim, se culpa o governo!
Poucas famílias ainda se importam com seus animais de estimação.
A grande maioria não esta nem aí para com o que acontece com eles.
Os adotam quando filhotes, em geral para satisfazer a vontade de algum moleque chorão, e depois o animal ao crescer, é abandonado à própria sorte.
Portões abertos, ou amarrados em minúsculas correntes, dia e noite, em geral sem água e sem comida.
Isso é culpa do governo? Ou é culpa da ignorância do ser humano? Se é que se pode chamar isso de ser humano.
Basta passar perto de favelas ou de lugares mais humildes e pronto, podemos ver centenas de cães famintos procurando em meio ao lixo algo para comer. Culpa do governo?
Não, definitivamente isto não é culpa do governo e o mesmo não tem obrigação alguma neste caso. O povo é que precisa se conscientizar, criar vergonha na cara, educar seus filhos, professores podem ajudar dando o exemplo, mas conheço professores que odeiam animais. Culpa do governo? As igrejas de todas as religiões tem a obrigação moral de alertar e mostrar esta realidade para seus fiéis. Poucas o fazem. Não estão nem aí. Raramente se houve durante um sermão, conselhos ou ensinando que os animais fazem parte da criação de Deus e devem ser amados e respeitados. Culpa do  governo?
Creio que os que culpam o governo deveriam antes de tudo começar a educar seus vizinhos, conversar com seus padres, pastores, com os professores dos seus filhos, com os cidadãos que cuidam e representam os bairros onde morram.
Não fui educado pelo governo, meus pais me ensinaram a amar e respeitar todas as criaturas. Isso vem de família, não fui educado para culpar o governo pelo descaso e maus tratos para com os animais.
Tenho vergonha na cara e sei o que é certo e errado, mesmo não sendo perfeito. Tive pais e educadores que me tornaram um ser humano com sentimentos e digno. Tenho visto exemplos de ignorantes que mandam seus filhos abandonar filhotes em qualquer lugar, quando estas inocentes criaturas nascem. Muita vezes, estes pequenos nem desmamaram ainda. Educar os filhos desta maneira é culpa do governo?
Não podemos culpar o governo por tudo, apenas para nos fazer sentir melhor.
Os que reclamam da super população de animais nas ruas, são tão culpados quando o governo que culpam.
Vão a luta, castrem animais na vizinhança, conversem com seus vizinhos ignorantes, os convençam a dar dignidade aos seus animais de estimação.
Eu faço a minha parte. Ao invés de ficar culpando o governo, tento ao menos dar dignidade aos animais da minha vizinhança. E posso dizer que na maioria dos casos tem funcionado muito bem. Muitos animais estão hoje em situação bem mais digna do que antes e, seus donos, de alguma forma aprenderam a os amar e respeitar.
Por esta grave situação, sobre o abandono e maus tratos, nunca culparei o governo, mas sim a ignorância cada vez maior de pessoas que se dizem ser uma família, quando na realidade se tornaram a escória da humanidade. O único mal e culpa do nosso governo, neste caso, é criar, mas não respeitar rigidamente as leis que deveriam punir as pessoas que maltratam e abandonam. Mas isto, a impunidade, é cada vez mais aplaudida em nosso país,

Siegmar

domingo, 29 de janeiro de 2012

CLARINHA, PITUCHA E ZÉZINHO

Estes cães estão precisando de um dono amigo, que os ame muito. Têm 8 meses. As meninas são castradas. A pessoa que cuida deles tem muitos e precisa que alguém adote alguns. São dóceis e brincalhões.
Se alguém quer um grande amigo ou amiga, basta enviar um e-mail para s.legolas@ig.com.br.
As meninas se chamam Clarinha e Pitucha e o garotão se chama Zézinho.






CLARINHA






ZÉZINHO






PITUCHA









Siegmar

SEMPRE AOS DOMINGOS





Sempre aos domingos pela manhã, quando o tempo permite, levo minha turma para um passeio.
E é sempre divertido e especial. Hoje foi mais especial ainda, pois levei junto as duas Joaninhas.
Para elas, tudo o que encontravam era novidade.



 Aqui, um graveto de árvore foi a festa, pulavam e fizeram cabo de guerra com um gravetinho que nem conseguiam puxar.





Mas sempre estavam de olho em outros possíveis brinquedos e no que as mais velhas babas estavam fazendo.



Um passeio pelo gramado, enorme e infinito para estas duas pequenas criaturas.
Corriam e pulavam como faz uma criança quando a levamos para um parque de diversões pela primeira vez.




Opa! Alguém encontrou alguma coisa, é preciso ir correndo para verificar, pode ser algum brinquedo, ou quem sabe algo, digamos, interessante?



Todos foram inspecionar o lugar e o cheiro, alguém deve ter marcado território por aqui, fora isso, nada interessante, melhor segui adiante.


Mais uns dez metros e é hora de voltar. Crianças se cansam facilmente, ainda mais quando tudo é novidade.
E para as duas Joaninhas, realmente tudo era novidade.




Aqui mais um lugar para ser explorado. Um velho pedaço de muro de um terreno abandonado. Pipa levou as duas até o local.



Logo em seguida foi  a vez de seguir a Pitchulinha, quem sabe ela encontra algo diferente?



Uma pose para guardar de recordação, afinal, nem sempre se vai ao parque de diversões, não é mesmo?


Ei, que tal correr mais um pouco na grama?
Quem sabe quando as duas pequenas irmãs irão novamente se reencontrar?



Baba Pitchulinha viu alguma coisa. Era um cachorro passando ao longe, nenhum perigo. Eles sabem que são protegidos pelo seu dono e o amigo que o acompanha.




E quase no final do passeio, mais um graveto encontrado e explorado.
Mais cabo de guerra, mais pula pula e corre corre. Mas já dá para perceber que as duas Joanhinhas estão ficando cansadas.
Agora, antes de colo, um carinho do Vinícios. Vinícios é meu ajudante dominical. Um jovem punk, cheio de brincos, tatuagens e um cabelo diferente a cada domingo, Mas muito amigo de animais. Sua mãe é outra protetora, atualmente deve ter uns dez em casa. Mas não é apenas por isso que Vinícios gosta de cães e outros animais. Certa vez me contou que respeitar e amar os animais faz parte da filosofia dos jovens punks.
Bom, o passeio acabou para esta parte da turma, mas em casa ainda tem um monte de quatro patas esperando sua vez de sair para o passeio dominical.
Siegmar

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

O REENCONTRO DE DUAS DAS TRÊS JOANINHAS

video

Domingo fará duas semanas que encontrei as três Joaninhas abandonadas aqui perto de casa.
Duas meninas foram adotadas e uma ficou comigo. Hoje uma das duas veio me visitar e passar uns dias com a pequena irmã, enquanto seus novos donos viajam.
A alegria foi geral, horas de um corre corre até caírem de exaustão, agora dormem profundamente.
Aliás, todos dormem, pois a alegria foi geral, tanto das duas pequenas como das mais velhas aqui de casa, todos correram e brincaram sem parar.
Estou feliz pela pequenina ter encontrado pessoas que a adotaram e a amam. 
Siegmar

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

A ECONOMIA MUNDIAL SEGUNDO SIEGMAR FREUND

SEM MAIORES COMENTÁRIOS, PARA BOM ENTENDEDOR ESTAS IMAGENS BASTAM!

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

OS FALSÁRIOS / MARIA LUCIA VICTOR BARBOSA

Num cacoete stalinista para manter a fachada de esquerda, os petistas se tornaram falsários praticantes. Em dossiês visando acabar com a reputação de adversários, a intriga e a mentira se tornaram suas armas prediletas, em que pese não terem dado nenhum resultado. Os responsáveis pelos falsos documentos são figuras importantes da República Sindicalista, amigos íntimos do ex-presidente, Lula da Silva, ou da atual presidente, Dilma Rousseff. Nada lhes aconteceu e continuam tranquilamente desfrutando as delícias do poder em altos cargos, uma vez que o PT paira acima da lei.
O primeiro ano de Dilma Rousseff, na verdade uma continuidade do governo Lula da Silva, foi um vazio de promessas de campanha não cumpridas e de novas promessas que dificilmente se concretizarão. Em 2011, a única coisa que aconteceu por obra de parte da imprensa foi a queda de sete ministros, sendo que seis foram acusados de corrupção. De fato, deveriam cair não sete, mas doze ministros, pois sobre mais cinco foram levantados pela imprensa fortes indícios de corrupção. Entretanto, os cinco devem ser mais companheiros que os outros, pois permaneceram firmes e fortes em seus cargos. Que farsa!
Apesar do aumento da inflação e da inadimplência, recente pesquisa Datafolha mostra que 59% dos brasileiros consideram a gestão Rousseff ótima ou boa, um recorde com relação aos presidentes anteriores e ao próprio Lula. Nosso povo está cada vez mais otimista no tocante ao futuro e enquanto der para comprar a felicidade em suaves e longas prestações em lojas de departamentos, aumentarem as bolsas esmola e os lucros dos companheiros do andar de cima, a aprovação da presidente tende a aumentar. Afinal, a farsa que induz à crença na ilusão é necessária ao psiquismo coletivo.

Na esteira de farsas e fraudes começam a despontar os candidatos às prefeituras nesse ano eleitoral. Lula da Silva, certamente entusiasmado com o êxito de sua afilhada política e desejando dominar politicamente São Paulo, impôs ao seu partido a candidatura do ministro da Educação, Fernando Haddad, à prefeitura. Como ministro da Educação Haddad foi reprovado no Enem, pois não acertou nenhum. Adotou um livro que ensina crianças a falarem errado, porque “pobres falam e escrevem errado”. Ninguém objetou que falar e escrever errado em concursos para obter melhores empregos prejudica tanto pobres quanto ricos, ou seja, Haddad instalou no Brasil a democracia do atraso onde todos são iguais na ignorância. Outro livro adotado no seu ministério ensinou que 10-7= 4. Algo inédito no mundo inteiro. O Brasil é o máximo, mudou até a matemática. Outra façanha do candidato de Lula da Silva, mas que acabou não se realizando por conta da interferência de deputados evangélicos foi o chamado  “kit Gay”, que em nome de acabar com o preconceito contra homossexuais influenciava a opção sexual de crianças desde a mais tenra idade numa clara e abusiva interferência estatal sobre a liberdade individual.

Com relação aos direitos humanos somos campões da farsa, pois o governo petista defende e abriga assassinos e terroristas do quilate de Cesare Battisti e de membros das Farc, sem falar nos apaniguados de Mahmoud Ahmadinejad que vivem sem problemas entre nós, como já foi ventilado pela imprensa.
Ahmadinejad esteve recentemente em países latino-americanos em busca de apoio político e econômico diante das sanções norte-americanas e europeias. Na Venezuela o boquirroto e megalômano Hugo Chávez mencionou bombas e mísseis, contra os Estados Unidos, naturalmente. Ahmadinejad retrucou que “o combustível dessas bombas é o amor”. Piada tão ridícula quanto a teoria conspiratória de Chávez que atribuiu aos norte-americanos seu câncer e o de outros companheiros. Não mencionou que os imperialistas falharam miseravelmente no caso de Cristina Kirchner.
Ahmadinejad desta vez não veio ao Brasil abraçar o querido companheiro, Lula da Silva, mas nosso embaixador em Terã, Antonio Salgado, defendeu o iraniano dizendo que aquela sua famosa e abjeta frase, “varrer Israel do mapa”, tantas vezes pronunciada, foi mal compreendida. Entretanto, a intenção de tal varredura pode não ser retórica, visto que material produzido em bunker no Irã pode se tornar material físsil para ogivas.

Em 23 de fevereiro de 2010, um Lula eufórico e sorridente caiu nos braços dos irmãos Castro, enquanto esfriava no caixão o corpo de Orlando Zapata Tamayo. Este morreu depois de ter sido torturado nas masmorras cubanas e enfrentado uma greve de fome. Tamayo pedia condições mais humanas para os demais encarcerados e liberdade para seu país.
Dilma Rousseff irá à Cuba no próximo dia 31. Dia 19 morreu Wilman Villar, que protestava com greve de fome contra a violação dos direitos humanos em Cuba. Não era um bandido, como se referiu Lula com relação aos presos políticos cubanos que fazem greve de fome, mas outro mártir e herói que deu a vida pela liberdade.
Rousseff, a exemplo de seu mestre em política, em breve estará em Cuba para abraçar e beijar o sanguinário déspota, Fidel Castro. Decididamente, direitos humanos à moda petista não passam de uma grande farsa.
Maria Lucia Victor Barbosa é socióloga.

domingo, 22 de janeiro de 2012

CAMINHANDO POR CURITIBA / MERCÊS - ALCIDES MUNHOZ

É maravilhoso encontrar estas paisagens tão perto do centro de Curitiba.
Um pouco de campo, mata, ar puro, a apenas cinco ou dez minutos do centro.
Antigos casarões em meio a ruas desertas e muito verde.
Quando eu era pequeno, costumava caminhar por estes caminhos com meu pai.
Eu achava que o casarão abaixo era assombrado, lembro que tinha um medo enorme ao passas por ali.

Eu morava na velha rua Carlos de Paula Soares, hoje, no local da casa existe um sobrado, mas o velho terreno baldio continua intacto bem ao lado da casa.
Saudosismo, lá se foram 42 anos.
lembranças nunca morrem.
O lugar pode mudar, mas os encantos e fantasmas ficam guardados em nossa memória para sempre, ou ao menos, até que o velho Alzheimer apareça e as apague para sempre.
O velho casarão no centro desta foto fica na rua Manoel Ribas. Hoje reformado é uma das agências do Banco do Brasil.
Aí é o início da rua Alcides Munhoz.
Morei por muitos anos nas Mercês.
Um belo e agradável bairro.
Apesar das construções terem aumentado muito nestes 42 anos, o verde atualmente predomina ainda mais neste lugar. Que continue assim eternamente.
Siegmar

sábado, 21 de janeiro de 2012

UMA CHUVA PASSAGEIRA E UMA PEQUENA PRECE PELA NIGÉRIA

Uma pequena tempestade e chuva de verão começa a cair. Traz um suave cheiro de frescor neste dia que até agora foi quente e abafado.
Meu pé de abacate parece agradecer pelo frescor das gotas d'água abençoadas que caem do céu.
O mundo por alguns instantes parece um lugar tranquilo e em paz.
Ao menos aqui, em minha pequena casa, estou e me sinto em paz neste momento.
Gostaria que todo o mundo pudesse sentir a paz deste momento, não apenas agora, mas em cada segundo da vida. Uma paz duradoura, sem medos e pesadelos.                                                                                                                                    
Meus cães dormem tranquilos ao meu redor. Seguros e distantes dos problemas e medos que se espalham pelo mundo.
Sento e começo a ler as notícias no computador. Quase sempre as mesmas. Crimes, maldades, corrupção, balas perdidas que tiram vidas de crianças e inocentes. Mas também algumas que falam de pequenos milagres, como o pequeno bebe, que nasceu bem abaixo do peso, quase impossível ter sobrevivido, mas está indo para casa com sua família, saudável e irá crescer e quem sabe, ser muito feliz.
Leio sobre o novo massacre de cristãos na Nigéria e meu coração se entristece. Lembro das palavras do meu amigo Paulo, um homem de Deus e de grande espírito.
"Ore sempre", diz ele, o mundo precisa de orações, em todo o lugar sempre existe alguém por quem orar, amigo ou inimigo.
Palavras estranhas, mas verdadeiras.

"EU PORÉM VOS DIGO: AMAI A VOSSOS INIMIGOS, BENDIZEI OS QUE VOS MALTRATAM, FAZEI BEM AOS QUE VOS ODEIAM E ORAI PELOS QUE VOS MALTRATAM E PERSEGUEM,
PARA QUE SEJAIS FILHOS DO PAI QUE ESTÁ NOS CÉUS; PORQUE FAZ COM QUE O SOL SE LEVANTE SOBRE BONS E MAUS E A CHUVA DESÇA SOBRE JUSTOS E INJUSTOS."
(Mateus 5, 44-45)

"BEM AVENTURADOS SOIS VÓS, QUANDO VOS INJURIAREM, E PERSEGUIREM, E, MENTINDO, DISSEREM TODO O MAL CONTRA VÓS, POR MINHA CAUSA.
EXULTAI E ALEGRAI-VOS, PORQUE É GRANDE O VOSSO GALARDÃO NOS CÉUS; PORQUE ASSIM PERSEGUIRAM OS PROFETAS ANTES DE VÓS."
(Mateus 4, 11-12)
"Meu grandioso Deus e Pai, peço em minha pequena oração, em nome do Teu filho Jesus Cristo, Nosso Senhor, que olhe por meus irmãos que sofrem e são perseguidos. Peço que abra e toque o coração daqueles que os perseguem.
Abençoe a ambos meu bom Deus, para que um dia voltem a ser irmãos e Teus filhos.
Assim como você abençoa a todos com o sol e chuva, abra suas mentes e corações para que possam ver e admirar a Tua misericórdia e bondade eterna. Afaste de nós o mal e a vingança, alegre nossos corações com a Tua eterna, única e verdadeira justiça."  Amém!
A chuva passou, olho para fora e no céu agora, entre as últimas gotas que ainda caem silenciosas, um arco íris se forma no horizonte.
Talvez seja apenas uma manifestação natural da natureza, talvez, seja Deus sorrindo e me dizendo ter ouvido a pequena oração.
Volto a pensar em meu amigo Paulo e suas palavras; Ore sempre, qualquer momento é um bom momento para se orar.
Agradeço ao bom Deus por ter colocado tantas boas pessoas em meu caminho. Agradeço por ter olhos que me mostram o que realmente importa.
Siegmar