''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

QUANDO O MAIS FORTE NÃO DEFENDE O MAIS FRACO

O mês de janeiro é conhecido pelas típicas chuvas de verão, que em muitos casos ocasionam desastres catastróficos. Desde que o ano começou, a mídia tem divulgado o caos em muitas cidades do país, principalmente no Rio de Janeiro e Minas Gerais.

No intuito de salvar vidas em meio às enchentes e soterramentos, os cachorros são uma ajuda valiosa. No Rio de Janeiro, por exemplo, o cão Spot, de cinco anos, foi um ajudante importante nas buscas pelos corpos das vítimas.
Muito bonita a atitude de preparar animais para ajudarem as pessoas nestas situações! Mas, e o contrário?
Temos acompanhado também, que nestes locais afetados pelas chuvas, há cães e gatos para todos os lados. Na pressa de sair de casa, e na ânsia de salvar a própria pele, muitas pessoas acabam deixando para trás os animais, que ficam presos entre os muros dos quintais alagados, ou nadam desesperados em busca de um local seco, como mostra a reportagem exibida no Fantástico.

Não se sabe ao certo quantos animais foram abandonados e quantos foram resgatados. Mas, o que se sabe é que nem todos os bichos esperam ou aguentam esperar pelo socorro.
Na hora do desespero e da correria é complicado pensar em muitas coisas, mas os animais devem e precisam ser lembrados. Afinal, nenhuma vida tem mais importância ou valor do que outra! Não se trata de defender humanos ou animais, e sim um belo exemplo de que o mais forte deve defender o mais fraco!
Então, que tal sermos treinados para darmos mais valor à vida? E termos ânsia de salvar não só a própria, a do familiar, ou só a dos animais, mas a de todos. E assim, nos sentirmos extraordinários!!

"Cães não precisam de carros luxuosos, casas grandes ou de roupas chiques. Água e alimento já são o suficiente. Um cachorro não liga se você é rico ou pobre. Esperto ou não. Inteligente ou não. Entregue o seu coração e ele dará o dele. De quantas pessoas podemos dizer o mesmo? Quantas pessoas fazem você se sentir raro, puro e especial? Quantas pessoas nos fazem sentir extraordinários?". Trecho do livro “Marley e Eu”

(Reportagem do Jornal Gazeta do Povo - 20/01.2012)

Nenhum comentário:

Postar um comentário