''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




segunda-feira, 26 de outubro de 2009

TEXTO PUBLICADO NO JORNAL O ESTADO DO PARANÁ NO DIA 20/09/09

Disque denúncia do IBAMA

‘’Bom dia, obrigada por ligar ao disque denuncia ambiental. ’’
Esta é a voz da gravação que você irá ouvir se ligar ao IBAMA no
numero 0800 64 30 304, por eles indicado para fazer uma denuncia.
Isso não significa que você será atendido
de imediato e muito menos que a denuncia que você fizer será acatada
e o problema resolvido.Passei horas ligando e ouvindo esta gravação,
que sempre finalizava dizendo todos os atendentes estarem ocupados
e que tentasse mais tarde novamente.
Passei recentemente por este exercício para denunciar o caso de uma
pequena macaca- prego, que vive acorrentada numa casa que realmente
não oferece condições para a vida do pequeno animal.
Mesmo dando todos os detalhes possíveis, endereço completo com
referencias próximas, o animal continua no mesmo lugar dois dias após.
O descaso com a vida de um animal é grande, e me pergunto para o
que existem estes órgãos, afinal?
Serão apenas ilustrativos, cabides de empregos para amigos de políticos?
Parece que sim, infelizmente.
Existe a possibilidade remota de que o proprietário do pequeno animal
tenha autorização do IBAMA para manter o mesmo acorrentado e num
local impróprio?
Se esse for o caso, realmente poderemos ter certeza não haver nada
que possa ser feito para proteger nossa fauna, a não ser assistir belos
comerciais mentirosos nos dizendo que é crime comprar animais
selvagens e mantê-los em cativeiro.
Nós, os Brasileiros, estamos demais virando a cabeça para o outro lado
e fingindo que não vemos nada.
E uma das razões para tanto é o descaso com o qual somos tratados.Ou nossas denuncias são ignoradas, ou tratadas sem urgência ou simplesmente
anotadas e engavetadas.Afinal, nesse meu caso específico, se trata apenas de uma pequena macaquinhaque um dia entrará em extinção de qualquer forma, então por que não a deixar
passar sua curta vida, eternamente acorrentada para alegrar os vizinhos
ignorantes que se divertem com suas macaquices,em seu sofrimento silencioso.
Pode ser que alguma atitude ainda seja tomada pelo IBAMA e uma solução
digna seja encontrada para o pequeno animal, mas sugiro que no futuro o
IBAMA trate desses assuntos com mais rapidez e seriedade.

Siegmar Metzner - Curitiba

Nenhum comentário:

Postar um comentário