''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




segunda-feira, 25 de outubro de 2010

UM POUCO DO QUE A VIDA ME ENSINOU

Um dia a velhice chegará para todos nós. Não sabemos como iremos envelhecer mas,em determinado momento,entre o hoje e o amanhã, o espelho irá nos revelar algumas rugas a mais. Na verdade,nunca envelhecemos, apenas voltamos a ser crianças.
Alguns perderão as lembranças recentes e se apegarão aos momentos do passado. Outros, não mais se lembrarão do que já foi, mas apenas do aqui e agora.

Minha velha e querida mãe hoje me perguntou novamente quem eu era. Sorri e disse que era seu filho maluco e isso a fez sorrir. Troquei suas fraldas e a lavei,imaginando quantas vezes ela fez o mesmo por mim, mesmo depois de um dia de trabalho duro, ela o fez milhares de vezes.
Lhe preparei um jantar simples,mas com tudo o que ela gosta,um ovo cozido,uma fatia de pão com queijo, um grande copo de suco de laranja e pedaços de mamão e banana com açucar e canela. Ela comeu tudo,com gosto, lentamente, pacientemente mastigava até eu lhe oferecer mais um pouco. Mais uma vez a fiz sorrir ao dizer que não deveria comer tantos ovos, ou iria começar a botar ovos ela mesma, sorriu, sorriu com alegria da piada. Fiquei triste em determinado momento imaginando quantos velhinhos nunca terão estes momentos de atenção e carinho, velhinhos esquecidos em algum asilo onde poucas vezes ou quase nunca são visitados por aqueles a quem um dia amaram.
Mas fazer minha mãe sorrir é o pouco que me resta fazer. Momentos que se tornam cada vez mais raros pois sinto o quão rápido suas lembranças estão indo embora.
Sei que algumas vezes ela se constrange, sempre foi muito independente e agora precisa de ajuda cada vez mais, os poucos passos que ainda consegue dar só consegue sendo amparada, algumas vezes tenta se levantar, mas não mais consegue sem que lhe ajudem, mas ela não reclama, apenas em alguns momentos, uma lágrima escorre dos seus olhos.A foto acima é do inicio do ano passado, sua memória já havia partido, mas ainda se comunicava um pouco, compreendia mais, se alimentava sózinha, bastava preparar o seu prato.Minha irmã sempre lhe proporcionou a melhor vida possível, a mantém saudável e feliz o tanto quanto pode e sei que isto esta ficando mais e mais difícil para ela.
Tirei uns dias de folga do trabalho esta semana para cuidar dela enquanto minha irmã foi fazer uma merecida e necessária viagem, presente de aniversário do seu filho e meu sobrinho Cristiano. Sei o quão difícil esta sendo para minha irmã, fico imaginando que quase será impossivel que ela consiga continuar depois de sua volta.Os cuidados agora dobraram, a impossibilidade de minha mãe se locomover sózinha dificultam em muito a situação e sózinho é impossível cuidar dela, eu até que consigo me virar bem, mas sabemos que dia após dia as coisas se complicam um pouco mais. Gosto de cuidar dela, acho isso muito dignificante. A vida me ensinou a amar, respeitar e honrar os mais velhos, amar os animais e a natureza e sem dúvida são principios que meus pais me deram e ensinaram. Como seria maravilhoso nosso mundo se todos tivessem esses principios e atitudes. Não que eu seja perfeito,muitas vezes me pego reclamando da injustiça e da indiferença que a cada dia mais parece tomar conta do nosso mundo.A foto acima completará um ano em novembro, minha mãe parece estar chorando e na realidade esta chorando de tanto rir das minhas histórias. Relembrei a ela acontecimentos engraçados do nosso passado e por alguns instantes as memórias voltaram a brilhar e os sorrisos de alegria se transformaram em lágrimas de felicidade. Ainda tento fazer isso diariamente, algumas vezes surtem pequenos efeitos e nestes momentos sei que, pelos pequenos sorrisos, ela se lembra novamente, apenas segundos, mas ela relembra.
Eu gostaria de já estar aposentado,meu Deus como eu gostaria de estar, assim eu poderia cuidar dela até o seu último momento. Estar ao seu lado lado quando este instante chegar, assim como ela esteve ao meu lado no meu primeiro momento nesta vida. Gostaria de estar a seu lado e a deixar partir feliz ao encontro dos que tanto amou e já se foram.
(Siegmar)

3 comentários:

  1. Esta postagem está muito bonita e me fez chorar de emoção. Você diz coisas lindas e verdadeiras.
    Que bom se todos pensassem como você!
    Tere

    ResponderExcluir
  2. Mano... Li e reli muitas vezes seu texto sobre a nossa mãe... Contemplei seu rostinho triste, AUSENTE... Tão Ausente!!! Mas ao mesmo tempo CONOSCO, PERTO de nós... Ela não quis partir e, Julho... quis ficar até agora! Quis ficar com você... acho que tinha que ser assim; passar uns dias em casa, nos braços do filho ao qual ela dedicou tanto na sua vida... Me lembro vagamente, mas lembro da preocupação que ela tinha pra com você, que era muito fraquinho nos primeiros meses de sua vida e ela fez tudo, TUDO pra salvar a tua vida, pra te ver CRESCER... E te digo sem receio ou dúvida, ela te AMA MUITO... E DEUS vai te recompensar esse AMOR e CUIDADOS que você está dispensando a ela.
    Nós vamos achar uma solução... mas acredite, não vou ter coragem de deixá-la num asilo, DEUS há de nos mostrar o melhor caminho... Eu hei de encontrar uma pessoa que me ajude a cuidar dela até quando DEUS a buscar... CONFIO NELE, DEUS não decepciona... TUDO vem DELE, e ELE sabe o melhor... basta CONFIAR e ENTREGARMOS nossas dificuldades nas suas mãos... Siegmar, tenha fé, nunca a perca... Aqui em Brasília ao lado de minha melhor amiga, meu TESOURO que recebi de DEUS estou recuperando as forças que estava perdendo e sei que DEUS vai nos mostrar o melhor caminho e solução... Beije a mãe por mim e receba o meu beijo de gratidão e amor! Valrita
    PS: AMEI AS FOTOS... E sei que ela está sendo MUITO BEM CUIDADA!!!Obrigada...
    "Quem encontrou um amigo, encontrou um tesouro"... E a Verinha foi o tesouro que encontrei na minha vida!

    ResponderExcluir
  3. "Oh, Grandmama, is it true what they say?
    The river of life keeps on flowing,
    while time will take us away"

    Mimi Farina


    Bonitas as palavras - são estas que nos dão a
    força para continuar na árdua caminhada sabendo que através destes gestos, num futuro,
    talvez sejamos igualmente retribuídos. Parabéns pelo texto - comovente - reflexivo - real - triste - mas parte da herança que todos devemos nos conscientizar.

    and "time is passing us by..."

    Rogerio LS

    ResponderExcluir