''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




domingo, 14 de novembro de 2010

O QUE SIGNIFICA SER PROTETOR INDEPENDENTE?

Sobre os assim chamados ''protetores independentes''.

Proteger animais abandonados é sem dúvida algo gratificante, humano e nobre.
Dia a dia aumenta o abandono de animais, especialmente em épocas natalinas, onde tres fatores geram o abandono.
O primeiro é com absoluta certeza o abandono voluntário. As pessoas querem viajar e por não saberem o que fazer com o pobre animal, simplesmente resolvem o abandonar a própria sorte, ou o deixam amarrado por dias,muitas vezes sem água e comida o suficiente. Uma ato ignorante muito comum.
A segunda causa são os fogos de artífico. Grande parte dos animais, cães principalmente, fogem de medo do foguetório cada vez mais absurdo e nojento. Mais uma vez a grande parte irresponsável das pessoas,
não se preocupa em proteger seu ou seus animais, estão pouco se lixando.
Em geral os cães fogem desnorteados e não mais encontram seu caminho de volta. Existem meios de proteger esses nossos amigos,mas poucos se importam.
O terceiro fator é a compra de um animal para satifazer a vontade do "filinho" e, assim que esta vontade passa, a indefeza criatura é abandonada em rodovias, praças, terminais de onibus ou amarrada nos portões de Ongs e Sociedades Protetoras.
Neste momento entram em ação os chamados "protetores independentes". Sou um deles.
Mas aqui é preciso separar o joio do trigo. Recolher, proteger, salvar, dar abrigo e comida é dignificante, mas no momento em que a verdadeira proteção se torna em problema, aí já não se pode mais chamar algumas pessoas de "protetores".Animais precisam de espaço, atenção e carinho, muito carinho. Não é sadio simlesmente os recolher,
acomodar em minuscúlos canis ou jogá-los em meio a uma matilha já formada, isso é cruel, não existe nada de nobre neste caso.
Creio que os assim chamados protetores, tem a obrigação de fazer o que esta dentro do seu alcance e tão sómente isso. Algumas vezes deixar o animal nas ruas é mais nobre do que tentar protegê-los.
Cada vez mais aumenta os pedidos de socorro de protetores chamados "independentes". Ora, se são "protetores independentes", têm a obrigação de ajudar estes animais por conta própria, não ficar pedindo ajuda, como dinheiro, ração, ajuda veterinária, vendendo rifas e etc...
Não estou falando de Ongs e Sociedades Protetoras, estas merecem respeito e ajuda, apesar de algumas ja terem perdido há muito tempo o controle da situação.
Estou falando de pessoas comuns, que resolvem por conta própria fazer a sua parte. E fazer a sua parte significa arcar com as próprias custas e responsabilidades.
Muito fácil recolher, recolher e recolher animais e não lhes dar o devido meio de vida digno. Apelar para rifas, implorar por ração e outros meios chega a ser imoral.
Cheguei a fazer parte de uma rede de proteção animal, na qual testemunhei os maiores absurdos. Via internet se pedia ajuda para "santuarios de Pitbull", se implorava para adotar um deles virtualmente, se faziam rifas
de "cristais" e etc... e o mais absurdo, se exigia ração de qualidade mais do que superior, E isso causou altas batalhas via internet, para saber qual seria a melhor ração para estes animais, enquanto outros protetores se satisfaziam com uma ajuda de fubá e qualquer ração.
Minha opinião é franca e sincera, se a pessoa não pode arcar com suas próprias despesas, então não faça absolutamente nada.Animais, especialmente cães e gatos precisam de espaço, carinho e cuidados. Gatos precisam de liberdade muito mais do que os cães. É imoral manter os mesmos em cativeiros onde muitas vezes mal podem se espreguiçar. Cães precisam se sentir donos do seu território e em minusculos e improvisados canís se tornam prisioneiros da ignorância humana.
Quando a boa intenção foge do controle é hora de parar. O mal que esta sendo causado para estes animais é mil vezes maior do que os deixar abandonados à própria sorte.Respondendo ao título desta postagem: Ser protetor significa fazer o que esta dentro do nosso alcance sem precisar recorrer à ajuda de outras pessoas. Significa dar aos
animais recolidos um novo lar, mas um lar verdadeiro, onde irão encontrar atenção, carinho, espaço físico saudável e muito limpo.Significa poder dar a eles assistencia veterinária quando precisarem, castrá-los e mantê-los limpos e saudáveis.
Você pode fazer isso? Então você pode se chamar de "PROTETOR INDEPENDENTE".
(Siegmar)

Um comentário:

  1. Está excelente! Você disse o que teria que ser dito. Concordo plenamente com você.
    Tere

    ResponderExcluir