''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




segunda-feira, 22 de novembro de 2010

XIQUITA E PELÉ, MEUS DOIS AMIGOS IDOSOS

Me lembro como se fosse ontem quando encontrei a pequena Xiquita dentro de um saco de lixo. Quase treze anos se passaram. Foram muitos passeios, muitas brincadeiras e muitos banhos de rio. Correr atrás da bola era seu passatempo preferido e ainda é, mas agora em lentos e curtos passos.Antes eu jogava a bola a grandes distâncias e ela corria toda feliz para buscá-la, hoje, jogo a bola apenas uns dois metros a sua frente, mas vejo e sinto que ela ainda se alegra quando consegue a trazer de volta. Passear agora esta se tornando cansativo, alguns passos e uma paradinha para descansar.O maior prazer agora é dormir. A maior parte do dia ela dorme, mas continua saudável e forte, apesar do peso dos anos. Creio que ela ainda ficará comigo por um bom tempo.Mas os sinais também representam o que esta por vir, a hora de nos deixar e seguir em frente. Precisamos nos preparar para este momento, que sempre é doloroso e deixa muitas saudades.Mas, quando demos a eles uma vida digna e feliz podemos ter a certeza que eles levarão consigo este amor que lhes foi dado e, é exatamente este amor que levam, que deixa o vazio que chamamos de saudades.Pelé, apesar de estar menos tempo comigo é ainda um pouco mais idoso que Xiquita. Deve estar com pelo menos um ano ou dois a mais do que ela. Pelé está comigo fazem uns tres ou quatro anos,já era um senhor meio idoso quando o recolhi, mas, além de ter ficado meio gorduchinho continua igualmente forte e saudável, apesar do peso dos anos.E assim como a Xiquita, seu maior prazer é dormir. Alguns passos,um rápido passeio em passos igualmente cada vez mais lentos e, uma sonéca. Observo que cães idosos dormem muito mais do que quando jovens, comem mais devagar e quando dormem, algumas vezes acordam apenas quando os tocamos. Crei que isso se deve ao fato de igualmente estarem perdendo a audição. Companheiros de vida,uma vida curta para nós, mas deve ser longa para eles. É dignificante poder cuidar deles, lhes dar uma vida e uma velhice tranquila, segura e feliz. Fico imaginando quantos animais não tem a mesma sorte. Quantos são ignorantemente abandonados ao primeiro sinal da chegada da velhice.Quantas pessoas idosas são igualmente abandonadas em asílos ou simplesmente renegadas por se tornarem um estorvo para alguns?
Animais e pessoas sentem igual. Não somos diferentes destes pequenos seres.Quando chegar o dia em que todas as pessoas se darem conta desta realidade, aí sim, começaremos a viver num mundo melhor e mais digno.
(Siegmar)

Um comentário:

  1. Que linda a homenagem para os dois idosos. Lembrei do meu Pepê. Como corria quando jovem e que passos lentos quando idoso. E quanta saudade quando foi...

    ResponderExcluir