''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

ALGUNS DOS MELHORES AMIGOS DE UM ANJO CHAMADO CARMEM

Esta é a Dra.Carmem Brauninger. Um ser humano maravilhoso,não existe outra palavra que possa descrevê-la melhor.Blondi, Branca, Gilda, Paraguaia,Gorda e mais tantas outras e outros. Esta turminha alegre e bem disposta são alguns dos amigos da minha amiga Carmem.Não há como negar que Carmem é a melhor veterinária do mundo. Seu amor pelos animais é enorme. Carmem trabalha por amor aos bichos e podemos observar isso em cada consulta.Há anos Carmem cuida dos meus cães e gatos. Devo muito a ela, sem sua ajuda e compreensão eu jamais poderia ter salvo tantas vidas. Os cães que aparecem nas fotos são alguns dos cães da própria Dra.Carmem. Não consegui fotografar todos hoje, ainda faltam uns oito a serem fotografados, mas já podemos ter uma idéia do que falo ao me referir do amor de Carmem pelos animais.Todos estes cães foram igualmente abandonados, todos foram recolhidos doentes, machucados e subnutridos. Carmem não apenas lhes curou as feridas, mas lhes deu um novo lar, uma nova vida e dignidade.Acredito em anjos, assim como eles existem para proteger pessoas, existem os anjos pessoas que protegem os animais. Salvam os animais da triste realidade que é o abandono.Carmem é um deles. Se metade dos veterinários que existem em nossa cidade fizessem uma pequena parte do que ela faz, muitos animais estariam castrados, seguros e talvez em novos lares.O amor de Carmem é incondicional quando se trata de animais. Soube que desde criança sempre amou e teve a companhia de cães. Seu pai, o sr. Otto igualmente gosta muito destas pequenas criaturas, assim como sua mãe gostava enquanto estava viva. Carmem optou desde cedo em se tornar veterinária. Não por imposição familiar, muito menos pelo fator financeiro. Foi puramente por saber que assim poderia fazer muito mais por estas criaturas indefesas e cada vez mais ignoradas pelas pessoas que nos cercam.Mais uma vez isso prova que quando existe um amor com algo em comum numa família, este amor só tende a crescer e se fortificar. Sinto ao perceber quantas famílias não se importam com o que os outros fazem, até se posicionam contra muitas vezes, mesmo sendo atitudes humanas e dignificantes. Minha grande amiga Isolde é uma que sofre com este problema. Absolutamente nenhum apoio dos irmãos.Eu também sinto este "preconceito disfarçado", ele se mostra no afastamento, se mostra nas caras de nojo e lenços no nariz nas horas da anual "visita de cortesia". Mas o que importa mesmo, como diz a Carmem, é fazer algo em prol dos pequenos irmãos. Se ninguém fizesse absolutamente nada podemos imaginar o quão grande seria o sofrimento destes pequenos abandonados.Para mim, o maior fedor não é aquele que exala dos animais, mas sim o fedor que exala da alma daqueles que não se importam e nunca vão se importar.
(Siegmar)

Um comentário:

  1. Que lindo o trabalho desta linda mulher. Que Deus a abençôe pelo que ela faz em prol dos nossos queridos amiguinhos.

    ResponderExcluir