''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




sábado, 12 de novembro de 2011

AND A VOICE TO SPEAK WITH / E UMA VÓZ PARA FALAR

AND A VOICE TO SPEAK WITH

No final da década de 80, creio que foi em 1987, Joan Baez lançou um livro com o título,
And a Voice to Sing With.
O livro vale ser lido. Nos conta um pouco da tragetória da vida desta magnífica cantora e mulher.
Uma lástima apenas, que não existe uma tradução para o nosso português, mas creio que pode ser
encontrado em espanhol.
Além de cantar, Joan Baez usava a sua vóz para gritar contra as injustiças que a cercavam e ainda cercam.
Nunca se calou diante de injustiças e sempre lutou muito pelos direitos humanos.
Admito que sou um grande fã desta mulher e dos seus passos.
Para quem nunca ouviu falar sobre ela, talvez um dos seus mais marcantes atos, foi marchar lado a lado
com Martin Luther King pelo direito dos negros nos EUA na década de 60.
Sem dúvida Baez sabia e sabe usar a sua vóz.
Sou grato por esta vóz maravilhosa que me acompanhou e acompanha durante a minha vida.

E foi pensando neste título, que resolvi escrever algumas palavras sobre o meu falar e a minha vóz.

Eu não tenho uma voz para cantar, como Joan Baez, mas o bom Deus me deu uma voz para falar.
Me deu olhos para enchergar e ouvidos para ouvir.

A grande maioria das pessoas não mais usa estes dons. Tem voz, mas apenas repetem o que ouvem,
tem olhos, mas apenas olham, não mais enchergam nada.
E seus ouvidos estão abertos apenas para o seu prazer, ouvem apenas o que querem ouvir.

Em minhas postagens, em todas elas, eu uso a minha vóz. Muitas vezes as dito alto enquanto escrevo.
Ouço com atenção aos sons que me cercam, especialmente os sons da injustiça e da corrupção.
Olho e enchergo nas imagens uma verdade que poucos percebem ou querem perceber.

Eu solto a minha vóz nas estradas, grito e mostro ao mundo atravéz do meu blog e escrevendo artigos para os jornais,
apenas a verdade.
A imoralidade que tomou conta do meu país. A imundice dos atuais governantes, que entre mentiras,
abraçam apenas a corrupção e os corruptos e diante do resto do mundo, que os laurea e elogia, se
mostram como santos fazendo de conta que combatem a fome e a miséria. Quanta hipocrisia!
Em minhas postagens, as imagens, em geral montadas de modo cínico e muitas vezes grotesco, mostro
a realidade, o que realmente acontece bem diante dos olhos de todos e ninguém mais parece ver, nem se importar.

Sim, dirão alguns, porque se importar?
Simples, são em razão deste descaso, em não mais se importar, que crianças são atiradas em lixeiras, animais maltrados e abandonados,
jovens morrendo assassinados e se drogando, crianças saindo de escolas sem nem mesmo saber escrever corretamente o próprio nome,
pessoas morrendo em filas de hospitais esperando por atendimento e dignidade,
pessoas sendo assassinadas ao chegar para casa depois de um dia de trabalho e, a corrupção rolando solta e cinicamente debochando da
cara das pessoas, com a justiça bem paga dentro de seu bolso.

Por estas razões, me lembro que tenho uma vóz para falar.
E me indigno em escutar apenas o silêncio de milhares de vozes ao meu redor.
Me indigno da indiferança de sua surdez, cegueira e silêncio.
Sei que a dignidade e o respeito foi atirado na lixeira pelos nossos governantes. Moral, ética, honestidade em breve serão palavras retiradas dos dicionários, assim como
o ensino religioso será retirado das escolas, das poucas escolas que ainda se dignam a tocar e ensinar um pouco sobre o assunto.

Deus está sendo igualmente atirado na lixeria.
Falar sobre Deus afasta pessoas, não as une mais. Os ensinamentos de Jesus viraram piada, são desprezados e estão sendo esquecidos.
Se tornou imoral e vergonhoso falar sobre Deus. Falar e repetir suas palavras, ouvir sobre Ele, olhar a sua criação, ou o que ainda resta dela.
Mais digno olhar a pornografia da novela das oito, escutar os gemidos sob os lençóis e no dia seguinte repetir tudo o que foi falado no capítulo da
noite anterior.

Sim, eu tenho uma vóz para falar, para orar, para rezar e também conversar com Deus.
Algumas vezes penso que deveria apenas orar, não apenas eu, mas todos deveriam apenas orar em alto e bom tom dentro de seus corações.
Mas porque e por quem rezar? Simples de responder, um pelo outro, por todos.
Diariamente em todas as minhas postagens tenho mostrado por quem rezar.
Falando com a minha vóz, mostrando com as minhas imagens, mostro para quem e por qual razão devemos orar.
Minha vóz um dia irá se calar, mas meus pensamentos ficarão, minhas imagens se juntarão a outras e irão inspirar outras vozes para falar e,
talvez, quando forem milhões de vozes, aí sim as orações serão ouvidas.
Deus quer escutar, quer ouvir a nossa vóz, não dirigida para idolos ou imagens, mas para Ele próprio, em vóz clara e direta.
Sim, por isso eu tenho uma vóz para falar!
(Siegmar)

Um comentário:

  1. Que grande verdade. Poucos ouvem ou se importam com as injustiças que ocorrem ao seu redor. Pensam apenas: não é problema meu! Mas é sim, problema de todo mundo.

    ResponderExcluir