''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




sexta-feira, 4 de novembro de 2011

CAMINHANDO POR CURITIBA / ALTO DA GLÓRIA



O Alto da Glória é um bairro dotado de bons indicativos sócio-econômicos e é majoritariamente residencial, embora seja bem dotado de comércio, lazer e serviços.
É também neste bairro que está localizada a Igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, muito tradicional e popular na cidade.
Localiza-se neste bairro, bem em frente a igreja, o Estádio Major Antônio Couto Pereira, de propriedade do escrete futebolístico Coritiba Foot Ball Club.
O Coritiba é um dos três maiores times do nosso estado.
Atlético Paranaense (furacão) Coritiba (coxa) e Paraná Clube (tricolor) formam o trio.
Os Atlétibas não sempre um clássico quando acontecem. Pena que os torcedores mais fanáticos acabem sempre terminando o jogo com depredações de onibus, estações tubos e outros tipos de violencia e vandalismo. Isso quebra a beleza do espetáculo quase sempre.


Os primeiros moradores eram da família Leão, que construíram o primeiro teatro de Curitiba e a Capela de Nossa Senhora da Glória (que deu origem ao nome do bairro).
Este é o Palacete dos Leões, antiga residência da família Leão, hoje um belo centro cultural abrigando frequentes exposições de arte, como recentemente a instalação do artista Paulo Roberto Pugialli.



Avenida João Gualberto (uma das principais ruas do bairro), nos leva para outros bairros como: Juveve, Santa Candida e outros sobre os quais ainda farei futuras postagens.


Termino o passeio já um pouco fora do Alto da Glória, mas é impossivel não registrar esta velha nogueira. Hoje, uma das muitas árvores imune ao corte. Ficará preservada, trazendo lembranças e nostalgia ao lado da pequena fonte que lhe faz companhia. Mais um pequeno oásis em meio a nossa selva de pedra chamada Curitiba.
(Siegmar)

Nenhum comentário:

Postar um comentário