''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




segunda-feira, 9 de julho de 2012

VIVEMOS OS DIAS DE NOÉ E DE LÓ

"Não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que a ele clamam dia e noite, embora pareça demorado em defendê-los?
Digo-vos que depressa lhes fará justiça. Contudo, quando vier o Filho do homem, achará porventura fé na terra?" (Lucas 18 - 7,8)
"Mas importa que primeiro o Filho do homem padeça muitas coisas e seja rejeitado por esta geração.
Assim como foi nos dias de Noé, será também nos dias do Filho do homem:
Comiam, bebiam e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio e destruiu a todos.
O mesmo aconteceu nos dias de Ló: Comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam;
mas no dia em que Ló saiu de Sodoma, choveu enxôfre, e destruiu a todos.
Assim será o dia em que o Filho do homem se manifestar,
Naquele dia, esteja onde estiver e tiver bens em casa, não volte para os buscar, esteja onde estiver, não volte para trás.
Lembrem-se da mulher de Ló.
QUEM QUISER PRESERVAR A SUA VIDA, A IRÁ PERDER; E QUEM A PERDER, DE FATO A SALVARÁ." (Lucas 17 - 25,33)
Sábias são estas palavras de advertência de Jesus Cristo. Mais atuais do que nunca e poucos percebem a semelhança com nossas dias atuais.
Vivemos tempos de ódio, de corrupção, de vulgaridade. Tempos na qual a verdadeira fé se apaga a cada dia mais nos corações do homem.
A justiça dos homens se tornou imoral e corrompida. As leis do homem abrandam os crimes e julgam pelo poder aquisitivo das pessoas. A fome e a miséria se espalha lentamente. Não mais escutam os gritos, não mais se importam com seus semelhantes, sejam pessoas ou animais.
Os poucos que ainda acreditam se dividem, pela demora na espera pela justiça do Filho do homem, se perdem na fé.
As religiões se tornaram antros de corrupção, avareza e perversividade. Se dividiram e agora todas reclamam e proclamam serem a verdadeira fé, o verdadeiro Reino de Deus, que se esqueceram existir somente dentro do próprio homem.
Sim, revivemos agora os dias de Noé e de Ló. Uma nova arca já está a espera e Ló começa a dar seus primeiros passos em direção a saída da cidade.
Enquanto isso, compram e vendem, comem e bebem, se casam e descasam, plantam e constroem. Tornaram importante o que parece magnifico aos olhos do homem, mas mal sabem que estas coisas são repugnante aos olhos do Filho do homem.
Quem ainda conseguirá entrar na arca ou quem irá seguir Ló sem olhar para trás? Ainda existe fé entre os homens?
Eu mesmo começo a fraquejar em minha fé. Tenho vergonha perante Deus, vergonha dos meus atos e palavras, vergonha pelos atos aos quais passivamente vejo sem me manisfestar com mais afinco.
Eis que ainda resta pouco tempo para entrar na verdadeira arca ou apenas seguir a Ló sem olhar para trás. E quando digo pouco tempo, já não mais importa se conto dias ou séculos.
Olho para o céu e percebo as nuvens se formando, as nuvens que trarão a chuva de enxôfre e o novo dilúvio que se aproxima.
Minhas orações vacilam, minha fé fraqueja, quero orar, mas começo a me esquecer das palavras.
Mas sei que não posso voltar mais para casa e apanhar os bens que lá deixei, eles não importam, importa apenas os bens que ainda trago em meu coração, estou em algum lugar onde apenas sigo em frente sem olhar para trás.
Quando a chuva de enxôfre começar a cair e as águas do dilúvio começarem a tocar meus joelhos, apenas seguirei em frente até onde puder. Não quero salvar a minha vida, quero perdê-la, pois assim saberei que realmente a terei salvado.
(Siegmar)


Nenhum comentário:

Postar um comentário