''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




segunda-feira, 31 de outubro de 2011

"APENAS NEBLINA PASSAGEIRA"

Último dia de outubro, mais um mês chega ao fim, quase mais um ano desvanece.

Penso nas palavras de Tiago.

"Hoje ou amanhã, iremos para a cidade tal, e lá, permaneceremos um ano, negociaremos
e teremos lucros.
Vós não sabeis o que acontecerá amanhã.
O QUE É A VOSSA VIDA? SOIS APENAS COMO NEBLINA QUE APARECE POR INSTANTE E
LOGO SE DISSIPA.
Deverias dizer: Hoje ou amanhã, SE O SENHOR QUISER, iremos para cidade tal e lá permaneceremos e teremos lucros."

Olho pela janela, olho para o meu pé de abacate e percebo o sentido destas palavras.
Olho para os meus amigos de quatro patas, que atentamente me olham e também parecem entender o que penso.

Algo está errado, algo está se aproximando e algo está visivelmente mudando o modo natural de tudo.
Folhas caem sem parar do pequeno pé de abacate. Folhas que recém brotaram. Não é época das folhas cairem, nunca antes cairam em outubro,
sua época de cair sempre foi em abril e maio.
Sim, algo está errado,muito errado.

Leio as notícias, mais dois terremotos fazem a terra tremer. Um na Turquia levando embora muitas vidas, outro, igualmente forte no Peru,
deixando feridos e pessoas assutadas. Mais dois, entre os muitos, quase centenas, nos últimos meses.
Leio sobre uma nevasca nos Estados Unidos, uma nevasca completamente fora do normal nesta época do ano.
Leio sobre a chuva que não para de cair em vários lugares, colocando alertas em todos os lugares, até no meu estado.

Leio sobre as sedições, (revoluções) que continuam a se espalhar, escuto rumores sobre guerras, vejo provocações e
ameaças. Sim, algo se aproxima rapidamente, muito rapidamente.

Leio uma noticia que fala de um ataque aéreo sobre um acampamento de refugiados da fome na Somália, matando crianças. Crianças que estão morrendo de fome enquanto o resto do mundo se preocupa unicamente com suas crises financeiras e seu consumo desenfreado. Um mundo onde realezas, banqueiros e presidentes banqueteiam sobre os corpos destas crianças.

Leio sobre as pestes que assolam nosso mundo. O cancer impiedoso que atinge amigos e desconhecidos.
O cancer que ataca do nada, o cancer que não escolhe suas vitimas, sejam elas idosos ou jovens, ricos ou pobres,
presidentes ou simples operários, crianças ou animais.
Leio que algumas pessoas tem chance de uma rápida recuperação, enquanto outros, por falta de atendimento, morrem na espera de serem diagnosticados, morrem na espera por um leito de hospital, morrem na espera por exames e tratamentos.
Em geral, os que se salvam, são justamente aqueles que com a sua liberdade concedida para a corrupção, garantindo impunidade, desviam o dinheiro que poderia salvar a vida de centenas de crianças, jovens e adultos.

Por um instante fecho meus olhos e elevo para Deus meus pensamentos.
Uma oração por todos os perseguidos pela injustiça, por todos os que sofrem com as calamidades, por todos
os que padecem de cancer ou outras doenças igualmente malignas, destruindo sonhos e futuro.
Em meio a prece peço perdão ao bom Deus pelo que nós fizemos com nosso pequeno mundo, todas as consequencias
que estamos sofrendo, apenas nós as criamos.
As criamos com a nossa indiferença, nossa arrogância, nossa ganância, nossa soberba e o nosso total afastamento de Deus.

Sim, nós somos os culpados, construimos sem nos preocupar com o que estamos destruindo.

Apenas consumir se tornou o lema de quase todos.

Não somos mais irmãos, amigos e vizinhos, nos tornamos "conhecidos" virtuais. estranhos que se comunicam através de maquinas,
através de mensagens. Um querendo ser e ter mais do que o outro.
A indiferença tomou conta de tudo e de quase todos. Animais e crianças são atiradas no lixo e abandonados.
O ter e o ser se tornou mais importante do que o sentir e a solidariedade.
O abominável da desolação entrou na grande maioria dos corações, lugar onde jamais deveria estar.

O mal para tudo nos fornece a resposta que queremos ouvir, apenas isso, a resposta que NÓS queremos ouvir.
Mas a verdadeira resposta, aquela que provém de Deus, para esta todos fecharam seus ouvidos, se tornaram surdos.
O mal nos mostra apenas apenas o que queremos ver, apenas isso, o que NÓS queremos ver.
Mas a Verdade, aquela que provém de Deus, para esta fecharam seus olhos,tornando-se cegos.

Sim, se esqueceram que são apenas como a neblina, que aparece por um instante e logo se dissipa.
Que Deus abençoe a todos os que lerem e refletirem sobre estas humildes palavras.
(Siegmar)

2 comentários:

  1. Siegmar... E ainda há os que NÃO ENXERGAM os sinais do final dos tempos!!! Somos sim "como a neblina que aparece por um instante e logo se dissipa"... É muito triste a realidade que estamos vivendo; é cada vez mais cruél a indiferença e insensibilidade das pessoas que só se preocupam consigo mesmas, que não enxergam misericórdia e solidariedade para com as pobres crianças da Somália; a cada dia cresce a corrupção; a cada dia DEUS está ficando mais e mais distante do coração dos homens e os SEUS MANDAMENTOS são deturpados; substituídos por leis humanas e imorais que semeiam desamor, sofrimento e injustiça. Como podemos acreditar que o Reino de Deus se estabeleça entre nós, se DEUS está tão distante do coração da maioria dos homens que deveriam ser exemplos de moral e ética; homens que teriam o poder para resolver tantos males?! Mas, infelizmente é utopia sonhar com um mundo mais fraterno e humano... só nos resta pedir que Deus tenha misericórdia dos menos favorecidos e interceda por eles, pois sem DEUS não somos nada e não podemos nada!!! Mana

    ResponderExcluir