''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




sábado, 22 de outubro de 2011

UND GADDAFI WURDE GEFUNDEN / E KADAFI FOI ENCONTRADO / AND GADDAFI WAS FOUND

Mais de 40 anos de opressão, de soberba, de um luxo doentio e imoral, enquanto o povo era humilhado e massacrado na miséria.
Mais de 40 anos de corrupção, de injustiças, de terrorismo, de roubos e ódio.
Qual o final da história? De que adiantou tanta arrogãncia?
E não foi o primeiro, muito menos será o último, mas que as imagens finais de Gaddafi sirvam de exemplo para os tantos outros ainda espalhados pelo mundo.
Não apenas ditadores soberbos, mas igualmente politicos corruptos e indecentes, que defendem a podridão e imoralidade.

Eis o fim de todos como será. Como um rato se escondendo num bueiro, amedrontado, acuado, covardemente implorando por sua miserável vida nos últimos momentos. Uma vida que não teve respeito nem misericórdia com quem não concordava com sua ignorância e corrupção.
Uma vida que desprezou o poder que lhe foi dado por Deus e tão somente Deus.
Eis o final, lembrem de Hitler, de Mussolini, de Tche, o comunista assassino, não há diferença entre estes vermes.

Eis aí a imagem que ficará na lembrança de todos. Eis a verdaderia imagem da soberba.
Eis o final dos corruptos e ladrões. Talvez não sejam vocês pessoalmente a sofrerem este final, mas Deus visitará suas gerações futuras. Tenham a certeza que neste momento, olhando para a imagem do cadáver de Kadafi, vocês estão olhando para a imagem de um dos seus filhos ou netos.
Continuem roubando e humilhando o povo, continuem com a sua arrogância, o seu tempo
não tardará em chegar.
(Siegmar)

Nenhum comentário:

Postar um comentário