''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




sábado, 15 de outubro de 2011

QUANDO O HUMOR DEIXA DE SER ENGRAÇADO

Sempre gostei dos programas e do humor do CQC. Um humor inteligente, sarcástico algumas vezes, mas sempre direto ao ponto.
As piadas e situações nas quais colocam os nossos atuais governantes é digna de ser chamada de corajosa e merecedora de prêmios.
Numa época, onde poucos se manifestam contra a imundice explícita de nossos governantes, o CQC conseguiu expor muitos destes cafajestes ao ridículo. Deveriam ter ficado apenas com seus comentários sarcásticos aos políticos. Agindo da maneira como agiram, devem ter deixado feliz os nossos corruptos, que daqui adiante se livraram do unico grupo capaz de desmascarar suas imundices e expor as mesmas para todos os brasileiros de maneira debochada, mas que sem duvida, deixava muitos deles envergonhado e com caras de idiotas.

Ao menos para mim e minha família o humor do CQC acabou. Creio que muitos pensam da mesma forma.
Um deles, Rafinha Bastos, talvez movido pelo sucesso que lhe deve ter subido a cabeça, saiu do sério. Fez piada com o que não é engraçado.
Perdeu o respeito e a dignidade. Existem piadas e “piadas”, está, dita por ele, não foi nem uma nem outra. Pena que um jovem brilhante possa ter perdido o bom senso e também a sua humildade.
Teria sido muito digno da parte de Rafinha, se ao menos tivesse se desculpado pelas suas, talvez, impensadas palavras. Teria mostrado caráter e respeito, algo que está desaparecendo em nosso país. Teria deixado a todos um exemplo, especialmente para a geração de jovens que é o seu maior público.
Rafinha perdeu não somento o bom senso, mas prova agora não ter absolutamente nenhuma humildade. Se desculpar teria sido digno, seria um ato de coragem, um gesto de respeito não só para quem ofendeu, mas todo o seu verdadeiro publico e fãs.

Agora, algo ainda precisa ser dito, uma pergunta fica no ar; tivesse Rafinha feito a mesma piada, se referindo a uma pessoas comum, teria a imprensa agido da mesma forma?
Ou estariam todos agora defendendo Rafinha?
Em geral, quando algo assim acontecesse direcionado há alguém "rico e famoso", dá no que deu.
Piada errada, pessoa errada, piada sem graça, pessoa sem humildade.
Ficam marcas, e estas marcas, muitas vezes nem o tempo consegue cicatrizar.
(Siegmar)

Nenhum comentário:

Postar um comentário