''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




domingo, 24 de julho de 2011

Amy Winehouse e Anders Breivik? Qual a diferença?

A sua própria maneira ambos deixaram sua mensagem e sua herança.

A primeira, tida agora como filha e irmã querida, uma santa imaculada por numerosos fãs
mundo afora, deixou seguidores, deixou exemplos para muitos.
Exemplos ruins, exemplos em como se pentear, em como agredir e em como se drogar.
"Vida loca", sexo, drogas e canções com letras esquecidas.

Sim, exemplo para muitos, muitos jovens amaram e continuam amando o nojento e exemplar estilo de vida
que ela deixou. Winehose, traduzindo significa a "casa do vinho", mas era bem mais do que isso, era a casa das drogas.
Que pena, alguém que nasceu em meio a tudo, para quem nunca faltou absolutamente nada, alguém que com sua voz
poderia mudar o mundo e deixar bons exemplos, o que deixou?

Muitos choram esta morte, afinal, agora não saberão dar mais o próximo passo.
Mas não se desesperem, em breve surgirá outra Amy, igualmente vulgar, drogada e imoral, dando socos
e pontapés, caindo em palcos, rastejando na imundice, sendo seguida por uma legião de hipócritas,
como se fosse uma deusa.

Aliás, já existem centenas de outras Amys nos palcos da vida. Todas heroínas de uma juventude que
perdeu a moral com o apoio e a indiferença dos próprios pais.
Os papais, que ocupados demais em pagar suas contas, mimam seus rebentos desde pequenos
lhes dando a liberdade até para se destruírem.
A grande filha e irmã querida morreu. Será beatificada algum dia? Quem sabe"

Anders Breivik também deixou a sua herança maldita. Talvez já a tenha herdado dos atiradores do
passado. Com certeza também, a herdou daquele seleto e importante grupo de autoridades que
recentemente se negaram a proibir jogos eletronicos violentos, aquele tipo de jogo, cada vez mais violento,
colocado em vitrines para envenenar as mentes da nossa futura geração.
Sabem a quais jogos estou me referindo, àqueles, no qual você ganha pontos e vence, dependendo do
maior numero de pessoas que voce matar.
Anders também deve ter tido tudo na vida, até a liberdade.
Mas também deve ter sido um bom filho e irmão de alguém, com certeza foi.
Também terá a sua legião de seguidores e pranteadores.
Maldito para alguns, será herói para outros tantos.
Será que também será beatificado algum dia? Quem sabe?

Mas o mundo se surpreende e sofre com a morte de Amy por overdose, e se choca com a atitude de Anders. Se admira e sofre ansioso em saber quem trepa com quem na família real. Isso sim é que é vida. Se milhões morrem de fome na África e no resto do mundo, isso não interessa.

Este é o mundo tal qual como todos nós o transformamos, e ficará pior, podem apostar nisso!
Barras e grades não farão a diferença.
Teremos sempre mais franco atiradores querendo mudar o mundo, teremos sempre mais cantoras expondo
às novas gerações seus exemplos de imundices. Teremos sempre mais jovens sendo vitimas deste tipo
de heróis, venerando os mesmos, em frente a seus videogames cada vez mais violentos.
Continuaremos aplaudindo governantes bebados, corruptos e indecentes se gabando da impunidade e espalhando a ignorancia.
Marcharemos sempre mais pela liberdade das drogas e pelo sexo explícito de gays e lésbicas em locais públicos,
dando exemplos para as crianças, em como é bom se prostituir e se drogar, afinal, até mamãe e papai já marcharam
pela liberdade das drogas e da imoralidade.
Psicologos continuarão dizendo o quanto isso é normal e necessário. Autoridades e igrejas irão sempre mais
concordar e se mostrar indiferentes a tudo. Importa o bem estar e a felicidade geral nas nações.

Fatalidades, estas acontecem, poderemos depois culpar os muçulmanos ou os de extrema direita ou de extrema esquerda,
ou poderemos culpar árabes e judeus
sempre poderemos culpar os negros, ou quem sabe os poucos índios restantes. Podemos culpar também os povos que atualmente
morrem de fome, enquanto a realeza britânica e outras autoridades chafurdam em suas riquezas, na corrupção e na impunidade.
Mas acima de tudo, poderemos nos justificar, dizendo que o maior culpado foi o designo de DEUS!
Sim, anjos e demonios existem, estão em todos os lugares, alguns estão inclusive dentro de alguns de nós.
Em nossa mentes, em nossos corações e em nossos atos. Nos acompanham diariamente, nos advertem e aconselham.
São aquelas duas vozes, às quais nunca conseguimos separar por completo. Mas chega sempre o momento, em que um dos dois vence
a parada. E em geral, quando isso acontece, temos exemplos como o do atirador da escola no Rio de Janeiro, o exemplo de Amy, e
o exemplo de Anders na Noruega.
Todos produtos da nossa própria indiferença.
Quem tem entendimento, ouça:
"Alí haverá choro e ranger de dentes!"
(Siegmar)

Um comentário:

  1. Excelente postagem. Você disse muito bem. E nós nem temos o direito de nos indignarmos diante dos "fãs" que choram a morte dela! E quanto ao resto também você disse muitas verdades.

    ResponderExcluir