''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




domingo, 17 de fevereiro de 2013

MEU DONO E SENHOR

Ontem, durante meu trajeto até o meu local de trabalho, presenciei algo interessante que me fez refletir.

Ao parar o carro num sinaleiro, repentinamente um cão começou a atravessar a rua.
No meio da rua parou e olhou para trás por um instante e em seguida terminou a travessia, mas mais uma vez parou e olhou.
Logo em seguida entendi sua preocupação. Em passos lentos um senhor o seguia.
Era um catador de papel, estava explicado o mistério.
Pensei por uns instantes que poderia ser mais um dos tantos cães abandonados que perambulam por nossas ruas, mas estava enganado.
Fiquei pensando na lealdade e preocupação deste pequeno cão. Ele olhava por seu dono, se certificava que ele estava vindo, caso contrário, tenho certeza que ele voltaria a atravessar a rua para seguir seu dono.
Todo cão é assim, leal, fiel e se sente feliz com a simples proximidade de seu dono. Não importa se é o tempo todo mimado como um cão de madame, importa é estar perto de quem ama, mesmo tantas vezes nem recendo correspondência deste amor. Não importa se seu dono é rico ou pobre, se belo ou não, importa é estar junto, isto o faz se sentir seguro.

 E nós? O que nós fazemos? Quão poucos e quantas vezes alguém para para olhar se Deus, nosso dono e Senhor está por perto? 
A maioria simplesmente segue adiante, se julga auto suficiente para seguir em frente sozinho.
Orgulhosos e prepotentes.
Cada vez menos alguns voltam quando sentem que seu dono se afastou, preferem seguir adiante, mas jamais voltar para trás.
E o pior, é que o nosso dono e Senhor nos ama de verdade, ele não nos chuta nem joga pedras, ao contrário, nós é que fazemos isto mais e mais a cada dia.

O pequeno cão não se importou com o perigo de parar no meio da rua para se certificar da aproximação de seu dono.
Jamais faríamos isto, não é mesmo? Ou melhor, quão poucos o fariam?
Sabem, estou cansado, me sinto a cada dia mais cansado com tanta indiferença, tanta frieza e vazio que se espalha como uma doença incurável e contagiosa.
Cansado de tanta corrupção, tanta injustiça, tanta impunidade e tudo isso já não me importa mais, pois sei que nada posso fazer para mudar o mundo ou as pessoas.
Mas algo eu ainda consigo fazer e farei até o último segundo de minha caminhada. Sempre irei parar algumas vezes para me ceritificar que meu dono e Senhor está por perto e se em algum momento eu vê-lo se afastar, voltarei para trás para voltar a o acompanhar. Pois na verdade não terá sido ele que se afastou, mas sim eu que me adiantei demais.
Foi esta lição que este pequeno cão me ensinou, este é o sentido, a verdade, o caminho a ser seguido.
Mesmo sem rumo e destino, o que importa é não estar longe de seu dono e Senhor.

(Siegmar)

Um comentário:

  1. Maravilhoso! Uma grande verdade. Sempre aprendemos alguma coisa com um animal, pois eles são, eu acho, os mensageiros de Deus.

    ResponderExcluir