''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

"QUALQUER DIA AMIGO A GENTE VOLTA A SE ENCONTRAR!

"Amigo é coisa para se guardar
Debaixo de sete chaves
Dentro do coração
Assim falava a canção que um dia eu ouvi
Mas quem cantava chorou
Ao ver o seu amigo partir"

Eu costumava dizer aos amigos,  que Felipão foi um presente de Deus.
Mas eu estava enganado, nosso bom Deus apenas me emprestou
seu melhor amigo por um tempo determinado, 6 anos, oito meses e 9 dias.
Hoje eu precisei devolver o querido amigo, mas recebi como lembrança
toda a alegria que ele me proporcionou durante este curto e breve tempo.
Obrigado meu bom Deus por este empréstimo, ele foi especial e o devolvo
repleto de todo amor que pude dar a ele nestes anos.

"Mas quem ficou, no pensamento o guardará
Com seu canto que o outro lembrou
E quem se foi, no pensamento levará
A lembrança do amor que recebeu"

Me lembro de todos os passeios. Todos os dias nestes quase sete anos.
Posso contar nos dedos os dias em que não demos a nossa volta pelas
manhãs ou tardes.
No começo, Felipão me guiava por onde queria ir, com o passar
do tempo deixou que eu escolhece os caminhos. Seus passos foram ficando lentos
e cansados, mas todos os dias ele aguardava ansioso pelo momento de nosso
passeio. Algumas vezes me dava cabeçadas para me apressar um pouco,
como seria possível esquecer isto um dia?
Como esquecer o dia em que ele me arrastou atrás
do velho Simba?
Ou o dia em que ele comeu um frango assado inteiro?
Vou sentir falta das  cabeçadas, do  latido rouco e silencioso dos últimos tempos, e das tuas sonecas ao sol, tampando os olhos como se para se proteger.

"Amigo é coisa para se guardar
No lado esquerdo do peito
Mesmo que o tempo e a distância digam "não"
Mesmo esquecendo a canção
O que importa é ouvir
A voz que vem do coração"

Hoje Felipão seguiu seu próprio caminho. Um caminho misterioso e
ainda desconhecido por mim, mas no fundo do coração sei que é um caminho
que leva para um lugar especial. Lá, Felipão irá encontrar outros amigos que se foram
ainda antes, Kika, Xiquita, Preá, Gracioso, Pelé, Pitchulinha e tantos outros que
nunca serão esquecidos.


"Pois seja o que vier, venha o que vier
Qualquer dia, amigo, eu volto
A te encontrar
Qualquer dia, amigo, a gente vai se encontrar."

Vá em paz amigo, você sabe melhor do que nós humanos
que existe um lugar ainda mais especial neste infinito universo,
um lugar que alguns chamam de A Ponte do Arco Iris, a ponte
que um dia atravessaremos todos juntos.

Sim, como diz a velha canção de Milton Nascimento,
assim como um dia nos encontramos,

seja o que vier, venha o que vier,
qualquer dia volto a te encontrar,
sim, qualquer dia a gente volta a se encontrar.

(Siegmar)

4 comentários:

  1. Dói muito cada vez que um deles parte ...compreendo a sua dor .

    ResponderExcluir
  2. Oi Tio, meus sinceros pesares.
    Sei que dentre tantos amiguinhos, ele foi muito especial para vc. Ele era um grande "bobalhão" querido e brincalhão. Deixo uma frase para ti, em homenagem ao Felipão:
    "Os cães são o nosso elo com o paraíso. Eles não conhecem a maldade, a inveja ou o descontentamento. Sentar-se com um cão ao pé de uma colina numa linda tarde, é voltar ao Éden onde ficar sem fazer nada não era tédio, era paz."

    Abraços. Cristiano.

    ResponderExcluir
  3. Eu compreendo muito bem o que você está sentindo. Nada posso fazer para diminuir esta dor, pois o tempo alivia, mas não apaga e, nós mesmos não fazemos questão de apagá-la, pois isto nos mantém próximos de nossos queridos amigos que foram para o Paraíso.

    ResponderExcluir
  4. Siegmar... Por mais que eu queira dizer algo, não encontro palavras; mas faço minhas as do Cris...
    E já te falei isso por e-mail: Você é tão grande quanto o teu amigo Felipão! Que possamos um dia atravessar a Ponte do Arco-Íris e reencontrar os bichinhos que nos proporcionaram momentos lindos nessa vida...
    Com carinho, Mana

    ResponderExcluir