''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




domingo, 29 de maio de 2011

AOS VERDADEIROS HERÓIS QUE MORRERAM EM VÃO

Adelino Ramos, o Dinho, como era mais conhecido, foi assassinado por defender a floresta. Seu assassino será preso, mas os mandantes ficarão intocáveis. Podem apostar, sempre é assim em nosso País, que se diz democrático, mas no qual há muito tempo a justiça se vendeu aos corruptos que enriquecem 20 vezes mais, de quatro em quatro anos. Vidas como a de Adelino, para eles não tem valor algum.


José Cláudio Ribeiro e Maria do Espírito Santo foram assassinados a tiros, na terça-feira (24) de manhã, quando deixavam o assentamento onde moravam, em Nova Ipixuna, sudeste do Pará.
Estes são os verdadeiros brasileiros. Estes são os verdadeiros heróis!
Mas o novo código florestal brasileiro, pretende dar anistia aos desmatadores.
A luta destas pessoas terá sido em vão.
Bandidos recebem anistia, os que lutam e denunciam pagam com suas vidas e a impunidade
prevalece.
Os verdadeiros mandantes, estes jamais serão julgados.
Basta ler a noticia abaixo e fazer a pergunta: Por qual razão, somente agora é que a fiscalização descobriu as 14 areas e fornos? Quantas vezes foi necessario o casal denunciar? Por qual razão não descobriram antes? Ou não queriam descobrir?

O Ibama afirmou neste domingo que intensificou a fiscalização ambiental em Nova Ipixuna, no sudeste do Pará, onde nesta semana foram assassinados os líderes extrativistas José Cláudio Ribeiro da Silva e Maria do Espírito Santo da Silva. "Identificamos 13 pontos de extração seletiva de lenha e madeira, 14 áreas desmatadas e 120 fornos em atividade para a produção ilegal de carvão vegetal", disse o chefe da Divisão de Fiscalização do Ibama em Marabá, Uederson Ferreira.

Francisco Alves Mendes Filho, mais conhecido como "Chico Mendes" (Xapuri, 15 de dezembro de 1944 — Xapuri, 22 de dezembro de 1988), foi um seringueiro, sindicalista e ativista ambiental brasileiro. Ele lutava pela preservação da Amazônia e ficou mundialmente conhecido por causa de sua morte.
Chico Mendes morreu em vão. Desde a sua morte, são incontáveis os crimes e abusos praticados pelos "senhores das terras". Qualquer imbecil sabe disso. O governo faz alguma coisa?
Naturalmente que sim, deve rigorosamente coletar as propinas dos amigos para ficar de olhos bem fechados e impedir a justiça de agir.

Outra morte gratuíta foi o assassinato da Irmã Dorothy.
Nada mudou de lá para cá. Os crimes contra os que defendem continuam acontecendo, bem como também os crimes contra a natureza. Estas pessoas que morreram, viveram uma vida humilde e honesta, enquanto o governo federal, com a sua corrupção e amigos corruptos, vive na mordomia esbanjando recursos que deveriam ser usados para proteger e ao menos dar um pouco de conforto para a vida destas pessoas. Mas qual o interesse nisso?


A verdadeira justiça nunca será feita. Estes grandes e verdadeiros assassinos sabem muito bem a quem pagar propinas para sairem ilesos e impunes dos seus crimes.
Se o governo realmente fosse honesto e decente, todos já estariam condenados e na prisão. Ou alguém acredita que os governantes não sabem realmente quem são os mandantes?
(Siegmar)

Nenhum comentário:

Postar um comentário