''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




segunda-feira, 18 de junho de 2012

BANDIDO SEMPRE APOIA BANDIDO


Para eleger o "novo", Lula junta no palanque do PT a ex-prefeita que expulsou no século passado e um velho conhecido da Interpol.

“Luiz Inácio Lula da Silva tem como princípio não ter princípio, tanto moral, ético ou político”, começa o brilhante artigo de Marco Antonio Villa reproduzido na seção Feira Livre. Homens assim se dispensam de compromissos com o que dizem, berram as estrondosas colisões entre a prática e o discurso da metamorfose malandra. Villa demonstra que tem sido assim desde 1975. Não poderia ser diferente na temporada eleitoral deste ano.
No Programa do Ratinho, por exemplo, Lula invocou no critério da certidão de nascimento para justificar a escolha do candidato do PT à prefeitura de São Paulo. “Por que o Fernando Haddad?”, levantou a bola o apresentador. Decidido a acentuar a suposta vantagem dos 51 anos do ex-ministro da Educação sobre os 70 do adversário tucano José Serra, o palanqueiro oportunista aposentou sem anestesia a companheira Marta Suplicy.
(Leiam na integra este artigo na coluna de Augusto Nunes - Revista Veja -http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/)

Antigamente, Paulo Maluf chamava os petistas de bandidos e outros adjetivos mais verdadeiros. Mas, sabemos que Maluf é ladrão do mesmo cacife.
Assim, nada mais natural agora, abraçar e apoiar quem está roubando mais. Sempre sobra mais um pouquinho pro velho ladrão.
Erundina, coitada, expulsa do PT, não aprendeu a lição. Lógico, mais uma vez a esperteza fala mais alto.
As alianças são o maior exemplo de como as coisas funcionam. O que eu levo em troca, além da total impunidade?
Com Lula, Dilma  e sua corja de salafrários funciona assim. "Nóis dá o mensalão, as posições e garantimos a impunidade, basta nos apoiar, da justiça a gente cuida, ela já tá no nosso bolso mesmo."
Entenderam?
Até quando o povão vai deixar de se enganar por estes ladrões, eu não sei responder.
Mas sei e continuo afirmando, que nunca antes neste país, um velhaco roubou tanto e debochou tanto da cara da justiça e do povão, como nunca.
Ladrão procurado pela Interpol só podia apoiar outros bandidos.
Uma velha senhora caindo no esquecimento e pilantra da mesma laia, só podia se sujeitar a apoiar a corja da qual um dia fez parte.
Realmente me pergunto, será que os paulistas serão tão idiotas e ignorantes a ponto de votar nesta merda?
O tempo dará as respostas. Talvez, depois de mais algumas enchentes e promessas, eles acordem de noite no meio da água dos esgotos e comecem a perceber quem é Lula da Silva e sua corja de bandidos.
(Siegmar)

Um comentário:

  1. Depois disto eu JURO que nunca, jamais, em época alguma voto em político nenhum. É lamentável, mas a imundície sempre se junta.

    ResponderExcluir