''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




sábado, 23 de junho de 2012

FULANA E PLIC, UMA DUPLA DO BARULHO

Fulana e Plic.
Incrível o quanto crianças e pequenos filhotes são parecidos. Brincar é o lema, Brincar e correr até a completa exaustão.
Algumas vezes, quando as brincadeiras fogem do normal e um ou outro se sente injuriado, lágrimas e brigas. Mas dura apenas alguns segundos e então a brincadeira recomeça.
Aprontar arte, é com eles mesmo. Assim como as crianças que algumas vezes quebram o vaso da mamãe, os pequenos filhotes roem, cavam e destrem o que encontram pela frente. Buracos em colchões, tapetes mastigados, cadeiras roídas, tudo faz parte da brincadeira. Na hora da bronca, quem foi? Olhares sapecas e inocentes parecem sorrir da malandragem aprontada.
Eles chegam tristes em geral, sem entender a razão de terem sido repentinamente arrancados de sua mãe e irmão e abandonados  sozinhos e indefesos em algum lugar qualquer.
Mas lentamente a vida parece voltar, reaprendem a sorrir e começam a brincar. Algumas vezes ainda sonham, podemos perceber isso durante suas sonecas, parecem correr algumas vezes, ou choramingam como se fosse de saudade de algo ou de alguém. Mesmo os mais velhos, quando resgatados depois de adultos, sonham, e podemos ter a certeza que sonham com o seu antigo lar, daquele do qual um dia, sem compreender foram expulsos. Sonham com seus antigos donos, tenham sido bons ou não, eles simplesmente sonham com eles, pois cães não sabem odiar, eles apenas amam.
Já vi cães que foram espancados, latirem de alegria ao ver chegar seus donos que os espancaram.
Vejo pelos meus, quantas vezes, após uma bronca mais séria, eles parecem sorrir e se pudessem me lamberiam por inteiro. Assim são Fulana e Plic, assim são todas as pequenas criaturas, crianças e animais. Alguma vezes fazem um xixi no tapete, ou onde não devem e na hora errada, faz parte da infância de todos nós. Alguns aprendem rápido o que podem e não podem fazer, outros, demoram um pouco mais para entender. Mas assim como milhares de crianças, também eles são abandonados ou simplesmente jogados no lixo, sem qualquer dó, piedade ou dignidade, será que são eles os verdadeiros assim chamados, animais irracionais?
Se eu pudesse, adotaria todas as crianças abandonadas em orfanatos, adotaria todos os animais que perambulam sem destino pelas ruas, ou estão amontoados em abrigos onde não lhes resta mais nada de vida digna. Ensinaria as crianças a amar e respeitar todos os pequenos seres vivos, lhes ensinaria o quanto a vida é sagrada e pode ser bela. Basta um pouco de carinho e bastaria um pouco mais de amor.
(Siegmar)




Um comentário:

  1. Eles têm uma cara muito safada. Deve ser um barato vê-los brincar.

    ResponderExcluir