''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




sábado, 30 de junho de 2012

O QUERO QUERO E NÓS / UM ARTIGO DE ELFRIEDE RAKKO EHLERT


Chuva durante dias! Parece interminável. Um frio que penetra até os ossos. E nos faz tremer nas bases. Quem não conhece isto? Mesmo assim temos que sair de casa e fazer o que é necessário.
Passando por um gramado, vimos alguns quero-queros. Será que são deficientes?  Pois ,  eis que estão apoiados numa perna só. Não , a outra está aí também, mas eles são espertos . Apóiam-se numa perna e a outra está encolhidinha debaixo da plumagem. Pensei na lição para nós: equilíbrio e procura de solução para um problema.
É tão natural e fácil perder o equilíbrio em situações desagradáveis.
Às vezes uma simples chuva já nos deixa mal-humorados a agressivos contra aqueles que nos rodeiam. Imaginem cair numa situação de doença, perda de emprego, inadimplência, por não saber  ou não querer admitir limites de nosso orçamento. Mais ainda quando a  pessoa querida do nosso lado desaparece, seja arrebatada pela morte  ou por divórcio.
Admiramos pessoas que não perdem as estribeiras ou o equilíbrio. Às vezes temos que nos contentar  com “uma perna”só   até que a outra se recupere  ou os tempos melhorem.  Quantas vezes ouvimos a frase: “Ela/ele é tão  desequilibrada/o”.  Isto geralmente quer dizer que a pessoa se deixa abalar e desviar do rumo  por coisas mínimas que para ela parecem máximas. Vivemos num mundo de turbulências  e crises , para usar uma palavra muito citada hoje.
Quem dá ao pássaro o saber sobre o equilíbrio e soluções em situações difíceis?
Quando passamos por um aperto, tudo parece escuro, chuvoso, frio.  Esquecemos que a chuva pode ser e é uma bênção.  Situações difíceis servem para mexer  na nossa maneira rotineira  de ver e aceitar tudo como normal. Elas nos ensinam outra visão e nossa mente busca e vê que mudanças têm que ser feitas. 
É tão maravilhoso  que podemos mudar, contentar-nos com menos, se for necessário, controlar nosso consumo  e nunca esquecer que o sol já brilhou em nossa vida e brilhará de novo.
Lembro-me sempre de minha mãe na época do comunismo na Rússia e da guerra. Teve que aprender a esquecer seu orgulho, vindo de uma família abastada,  e enfrentar filas e filas para comprar, p. ex. um quilo de açúcar na Rússia onde sempre faltava algo essencial, como hoje na Venezuela.
Equilíbrio e soluções, quem me dera  tê-los!
O quero-quero não esteve sozinho naquele gramado.Pessoas que enfrentam um mesmo problema, podem animar-se e ajudar-se mutuamente.  Solidariedade é que importa, ver as necessidades especiais do outro e as comuns.
Realmente emocionante o que assistimos diante de catástrofes da natureza: As pessoas se unem e  a alegria  que é proporcionada, volta ao próprio coração. Egoísmo?  Acho que não, é solidariedade.
                                                                                  Elfriede Rakko Ehlert, Curitiba

Nenhum comentário:

Postar um comentário