''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




sábado, 13 de abril de 2013

RELEMBRANDO OS MELHORES TEMPOS, QUANDO NOSSOS FILHOS AINDA VOLTAVAM PARA CASA....

Hoje estou nostálgico. Saudoso dos bons e velhos tempos. Tempos de respeito, de segurança  e tranquilidade.
Tempos em que se podia dormir de janelas abertas, sentindo o ar fresco da madrugada entrar pelas janelas.
Tempos onde nossos jovens saiam para se divertir e voltavam seguros para casa.
Sim, pode parecer utopia para alguns, mas estes dias existiram e não estão muito distantes no passado.
Claro eram também tempos de inflação, mas sempre podia ser contornada, mesmo quando parecia fugir de qualquer controle suportável.

Lembro de meus pais naquela época.

Meu pai chegando pela manhã do trabalho e nosso pequeno pequines contente e feliz o esperava e recebia no portão. Meu pai trabalha como vigia noturno, recebia apenas um salário minimo, mas naquela época, era um salário digno e nos permitia não levar uma vida luxuosa, mas uma vida simples e confortável.

Lembro que mesmo com apenas este salário, meu pai pagava o aluguel da casa onde morávamos, comida nunca nos faltou, nem nossos sapatos e nosso material escolar. Minha mãe algumas vezes arrecadava uns trocados a mais, fazendo algumas toalinhas de trico e aos domingos, sempre tinha um dinheirinho para ir ao cinema ou um passeio pelo Passeio Público, com direito a um sorvete.

Também foi nessa época que meu pai chegou um dia com uma novidade. Acabara de comprar a nossa casa própria, em prestações naturalmente, enfim, nada mais de aluguel.

Anos 70, a Copa do Mundo, balões em julho colorindo os céus. Pipas o ano inteiro, a  a estrela brasileira Varig, voava sobre o céu azul, são tantas lembranças.

Eu tinha então 15 anos. Adolecente meio rebelde,meio tímido e sonhador.
No colégio as aulas eram aulas. Professor era respeitado, mesmo quando sério e concentrado.
Educação Moral e Civica era uma das matérias, nos ensinava sobre amor a Pátria, respeito ao próximo e a família.

Nossos Presidentes eram Presidentes. Velhos generais honrados, não corruptos nem ladrões.
Eram apenas homens de verdade e dignidade. Médici, Costa e Silva, Geisel, apenas alguns para lembrar.
Lutavam contra um grupo de comunistas que gritavam por Fidel e Che Guevara.
Sim era um tempo chamado de ditadura, mas era um tempo de dignidade.

Diferente do agora, onde os antigos comunistas que se diziam perseguidos e estar lutando pela "democracia", hoje estão no lugar dos velhos e queridos generais.
Mas diferentes destes antigos homens dignos do que era chamado de ditadura, hoje formam quadrilhas de mensaleiros, defendem a corrupção, a roubalheira ,a impunidade e perderam a vergonha na cara.
Segurança deixou de existir, a educação decente já não existe mais, morremos em hospitais, em filas de atendimento, morremos nas ruas, nossos jovens são assassinados e já não voltam para casa, e calados e indefesos, vemos apenas a impunidade. Mas não quero falar sobre a imundice em meio a tantas boas lembranças.

É, tenho saudades da velha assim chamada ditadura. Eram tempos dignos, saudosos, seguros e tranquilos, a gente podia dormir de janelas abertas e, nossos filhos voltavam para casa.....

(Siegmar)

Um comentário:

  1. Acho que voltar para casa, não ser assaltado, não ser assassinado sem saber porquê, jamais!

    ResponderExcluir