''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




sexta-feira, 18 de maio de 2012

CASTELOS DE AREIA, RESTOS DE ESTÁTUAS, UM LIVRO EM FORMA DE ROSTO, CAOS

Acordo em algum lugar. Abro os olhos e estou diante de enormes e imponentes estátuas.
São três, talvez quatro, não sei dizer.
Olho em volta e como se andasse sobre nuvens, percebo que estou dentro de um castelo de areia.
De algum lugar, uma vóz me avisa para sair de lá, correr e, que tudo irá ruir.
Olho mais uma vez e vejo um rosto em forma de livro, ou seria um livro em forma de rosto?
Impossível dizer, mas era dele a vóz que ouvi e me alertou para correr.
De alguma forma, repentinamente percebo o que sobrou. Ruinas, apenas ruinas e a face em forma de livro desaparecendo entre uma enorme onda.
Tento entender, procuro significados, mas as respostas se confundem.

São nações, diz um grito que surge do nada, "as estatuas, são apenas nações". Cairam, como outras seguirão.
O castelo de areia, ilusões, apenas ilusões. O rosto em forma de livro? uma cilada, apenas uma cilada, me diz a vóz.
Novamente acordo, mas desta vez estou onde deveria estar. Reencostado em minha cadeira e percebo, que mais uma vez, apenas segundos se passaram.
Uma ausência? Um sonho desperto? Uma visão? Ou um pesadelo acordado?
Fazia tempo que não sentia isso.
Apesar de escrever e descrever aqui este pequeno e confuso momento, não converso mais sobre ele
com amigos e colegas.

Alguns pensam, já me disseram, é apenas besteirol, não significa nada, ou então, procure um médico, talvez você esteja ficando maluco. Sim, quem sabe?
Mas acordo e volto para a realidade, tento juntar alguns fragmentos e completar o que deixei passar despercebido, e muitas vezes, uma clara figura toma forma.
Penso em figuras que passaram pelo mesma angústia no passado. Penso no sonho de Jacó, penso nas visões de João e de outros profetas. Mas ao mesmo tempo, penso, deixá prá lá, nada posso fazer a este respeito mesmo e, além disso, eu nem sequer sou um profeta.

No entanto, seja uma benção ou uma maldição, já não mais me importo em sentir e passar por estes momentos. Me acostumei com eles e parte deles já nem ligo mais.
Sei de coisas que virão, sei das pequenas coincidências que já se realizaram.
Mas quem acreditaria?
Será bom ou ruím a força que se aproxima? Vem de Deus ou do demônio esta benção ou maldição?
Sei que será benéfico para poucos, mas trará o caos e o desespero para muitos.
Com o passar dos anos aprendi a me desprender das coisas, principalmente bens materiais. Aprendi que hoje posso sobreviver com apenas um copo de água e uma simples fatia de pão, mesmo que seja pão seco ou adormecido. Apredi que não preciso de luz, e que existem muitas maneiras de fugir do frio e se esquentar.
Mesmo assim, talvez eu não sobreviva por muito tempo.
Engraçado, como o ser humano complicou o mundo, criando coisas das quais jamais iria precisar, mas que hoje, o tornaram dependente e o deixam doente e frustrado com a ausência destas coisas.

Sim, e voltando aos meus segundos de ausência, vejo os fragmentos recolhidos e percebo, sim percebo claramente o que é o castelo de areia, vejo quem são as estátuas outrora imponentes e que em breve serão apenas poeira e lascas. Me veio o sentido da cilada do rosto em forma de livro, acompanhado de cifras que em breve serão apenas cinzas.
A euforia dos milhões contados agora, serão o lamento e o pesadelo do amanhã.
Mais uma vez, milhares se deixam cegar pela ganância do mundo virtual, sem perceber que irão acordar em meio ao desespero do mundo real.
Prestem muita atenção ao rosto em forma de livro.
(Siegmar)

Um comentário:

  1. É, parece que vai começar pela Europa. Que pena! Tudo poderia ser tão diferente!

    ResponderExcluir