''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




quarta-feira, 23 de maio de 2012

MAIS UM PEQUENO PASSEIO POR CURITIBA / CENTRO

 Caminhando pelo centro da cidade, alguns prédios chamam a nossa atenção. Como este, da foto acima, coberto de verde e uma casa construída em sua cobertura. Localizado bem no coração da cidade, próximo a praça Ozório, na esquina das ruas ermelino de Leão e Alameda Carlos de Carvalho.
 Na rua Cruz Machado encontramos um belo prédio histórico, atualmente sede da Secretaria da Cultura de nossa cidade e junto, aos fundos a Casa Andrade Muricy, parceiro cultural do Instituto Goethe e local de inúmeras exposições alí sempre exibidas.
Quase ao lado, encontramos a Sinagoga Judaica da cidade. Um prédio simples entre as ruas Saldanha Marinho e Cruz Machado. Como ja mencionei antes neste blog, Curitiba é a cidade de toda a gente e todas as religiões.


 Alguns antigos casarões do setor histórico da cidade. Localizados no Largo da Ordem. Hoje no local funcionam barzinhos, pequenos teatros, e pequenos museus da Fundação Cultural de Curitiba, como a Casa do Poeta, por exemplo.

 A pequena capela Luterana na Inácio Lustosa sempre encanta, aos domingo oferece, sempre pela manhã, um culto em alemão.
A passarela do Shopping Muller, mais antigo e tradicional shopping da cidade. A passarela ligando o novo estacionamento ao shopping foi construída a alguns anos atras.
O Shopping Muller foi o primeiro verdadeiro shopping construido na cidade e com seu sucesso, uma série de outros foram criados.

Uma pequena e rara passagem a céu aberto do rio Belém que passa pela nossa cidade. Infelizmente, o que um dia foi um rio fervilhando de vida, hoje não passa de um esgoto fétido por onde passa.
Apesar de certa beleza nas imagens, como a pequena ponte abaixo e a ciclovia ao lado, o mau cheiro em alguns dias é quase insuportável.
Triste destino para o que um dia foi um belo rio. Mas, chegou o homem, e com ele a destruição.
Sim, Curitiba é bela, mas ecologicamente falando...,apesar de já ter sido um dia nominada de "cidade ecológica", muita coisa precisaria ser feita para mudar o atual quadro.
Deveríamos poder unir o belo ao agradável, mas,  isto nunca mais será possível. Não se pode mais recuperar o que foi destruído. Falo não apenas da nossa cidade, dos nossos rios, mas falo de maneira geral, de todas as matas, mares e rios que o homem destruíu. Belezas que jamais voltarão. (Siegmar)

Um comentário:

  1. Linda postagem. Engraçado, já cansei de passar pela Ermelino de Leão e nunca reparei naquela casa.

    ResponderExcluir