''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




sábado, 25 de agosto de 2012

EU, MEUS CÃES E A ZONA DO EURO

EU, MEUS CÃES E A ZONA DO EURO

Muitos devem estar preocupados e pensando na crise que abala as estruturas da Zona do Euro na Europa. Alguns talvez não entendem como é possível que isto esteja ocorrendo. Nesta pequena, porém verdadeira história, explicarei a triste realidade e mostrarei como irá acabar a crise e a história.

Há alguns anos cuido de cães, cães que foram abandonados á própria sorte e tiveram a sorte de cruzar o meu caminho. No começo eram poucos, mas a turma aumentou e isto chamou a atenção de outras pessoas. Pessoas que viram na minha atitude um exemplo e outras que viram neste exemplo uma forma de tirar vantagem. Infelizmente,  o segundo grupo é bem maior do que o primeiro.

Não sou rico, sempre procuro fazer tudo dentro dos meus limites financeiros. Comprar ração, castrar os cães que chegam, ajudar quando adoecem e lhes dar carinho e a melhor e mais digna vida possível. Neste ponto, se criou a minha  Zona do Euro. As pessoas com boas intenções se juntaram á minha luta. Um exemplo é a minha amiga e vizinha Teresa, que além de igualmente ter seus cães e cuidar deles com muito carinho e dignidade, ainda ajuda outros cães na vizinhança. Exemplo também dado por outro vizinho e outros amigos do meu local de trabalho, que sempre aparecem quando mais preciso e me auxiliam com o pouco que podem, mas ajudam de coração.
Agora, já a outra parcela, aquela que resolveu tirar proveito da situação, infelizmente balança com toda a estrutura. Me refiro a vizinhos que aparecem do nada para emprestar um pouco de ração, ou precisam de um veterinário para seu animal de estimação, principalmente quando o animal já quase não pode mais ser salvo.

Estas pessoas, grande parte delas, tem recursos para comprar ração e levar seus animais ao veterinário, mas a ganância e a avareza os impedem de agir assim. Dizem emprestar, mas jamais devolvem. Jamais sequer perguntam se você precisa de algo, fazem promessas que nunca cumprem, dizem: amanhã, quando eu puder te devolvo, jamais devolvem. Alguns podem achar que sou idiota e que me deixo aproveitar da situação, em parte talvez seja verdade, mas penso nos animais nestes momentos, sei que passarão fome se eu me negar a ajudar, sei disso, vejo isso, tenho mil exemplos.
Assim, ajudando, muitas vezes deixo de faltar aos meus. Afinal, não tenho todos os recursos do mundo. Assim acontece na real Zona do Euro. Um país como a Alemanha, precisa levar nas costas toda uma leva de países emprestando ração para outras nações e para seus cidadãos. Ração que são tomadas de empréstimo, mas nunca devolvidas  e jamais serão devolvidas, nem terão condições de devolver. Mas diferente dos cães, os cidadãos destes países não exitariam em morder a mão dos que lhes fornece empréstimos e alimentos. Os países que se dignam de tentar salvar estes países, com cada vez mais emprestimos, tira dos seus, para dar de comer aos vizinhos. É a mesma coisa, entendem agora? Estes países estão diante de governantes corruptos e desavergonhados, que não se importam com a sua população, apenas com sua própria corrupção.

Mas a bondade e paciência dos que podem ajudar, o fazem pela inocência das pessoas simples, pois sabem que são elas que irão sofrer as consequências e sabem também que são estas mesmas pessoas que por primeiro os irá morder e culpar.  Não tenho dúvida que a Zona do Euro irá falir, na verdade, precisa falir, para que estes países dependentes de empréstimos e promessas que jamais irão cumprir, voltem a sua própria origem e caminhem novamente com pernas próprias.
Sei que precisarei deixar outros animais passando fome, sei que se eu não começar a dizer basta, meus cães são os que passarão fome e deixarão de ter uma vida digna.
E assim irá terminar a crise na Europa, somente assim, ou os poucos países que ainda tem guardados seus recursos começam a pensar no próprio povo e em si próprios, ou serão engolidos e irão junto a bancarrota com os que emprestam mas nunca irão devolver.

O exemplo pode parecer tolice para alguns, mas é verdadeiro e o pesadelo é real. Alguns irão sofrer, irão perder mordomias e uma vida confortável, mas, diferentes dos animais, ao menos poderão se reerguer, se lutarem contra seus "tutores" os governantes corruptos que os levaram para esta situação e falência. Os cães não mordem seus donos se estes os deixam morrer de fome, mas as pessoas podem exigir dignidade e respeito dos corruptos governantes, as pessoas podem morder.  Até quando a minha Zona do Euro irá sobreviver, não sei responder, mas a real Zona do Euro, em breve irá ruir e trará a desgraça para muitos, não por que ruiu, mas porque governantes ladrões, preguiçosos e mentirosos destruiram a confiança que lhes foi dada por países amigos que, infelizmente, estes governantes corruptos não enxergam desta forma.
(Siegmar)

Nenhum comentário:

Postar um comentário