''DO NOT ABANDON YOUR BEST FRIEND''

O CÃO É O ÚNICO QUE NÃO SE IMPORTA SE VOCÊ É RICO OU POBRE, BONITO OU FEIO. O CÃO É O ÚNICO QUE REALMENTE SENTE A TUA AUSÊNCIA E SE ALEGRA DE VERDADE COM O TEU RETORNO, PORTANTO, JAMAIS ABANDONE SEU MELHOR AMIGO.



UM RAIO DE LUZ

''UMA ANTIGA LENDA DIZ QUE QUANDO UM SER HUMANO ACOLHE E PROTEGE UM CÃO ATÉ O DIA DE SUA MORTE, UM RAIO DE LUZ, QUE NÃO PODEMOS ENXERGAR DESTE PLANO DA EXISTÊNCIA, ILUMINA O CAMINHO DESTE SER PARA SEMPRE!''




domingo, 9 de dezembro de 2012

FILHAS, FILHOS, FILHOS... / ELFRIEDE RAKKO EHLERT



Filhas, filhos , filhos...

Num parquinho estava sentado um homem jovem. O que será que fazia lá, sentado, em vez de se exercitar caminhando ou fazendo ginástica?  Ah, descobrimos : estava lá de olho no seu filhinho, que, mal e mal sabendo caminhar, tentava descobrir o mundo. O pai observava até onde ia, se havia perigo ou não. Assim vai ser para ele a vida inteira.  Costuma ser para todos nós, pais e mães: Ver , observar até onde vão os/as nossos/as filhos/as. É fácil pegar o filho pequeno pela mão e conduzi-lo de volta, quando está em perigo. Depois fica cada vez mais difícil .

 Aproxima-se o Natal. Penso naquele Filho especial, anunciado como Filho de Deus. Como assim? Nem José entendeu, nem Maria. Caberiam perguntas: dela , pobre mulher, nascer o Filho do Altíssimo? Ela teve que carregá-lo na barriga até Belém. Em obediência a um decreto do imperador romano - lá longe – o casal teve que submeter-se a exaustiva viagem, assim imaginamos nós, acostumados a viajar de carro e até de avião. O relato bíblico é tão breve, nada de hospital, nem mesmo hospedaria , nenhum lugar apropriado para dar à luz. E logo a fuga para o Egito, perseguido desde bebê.

Em Nazaré deve ter crescido como os outros meninos. Mas Maria e José, sempre de olho nele, até onde ia. Quando tinha 12 anos um susto: O menino havia sumido no caminho. Desespero dos pais. Cuidamos mal dele? Onde procurá-lo? Acharam-no no templo, na “casa de seu Pai”, como explicou aos pais preocupadíssimos. Começaram a perceber algo diferente nele?
Naquele casamento de Caná da Galiléia  se tornaria mais evidente, quando a mãe Maria, sempre de olho nele, ocasionou, indiretamente, o  primeiro milagre dele : transformou água em vinho. Depois disto, eu acredito, que a Maria não entendia mais o mundo de seu filho e o mundo de Deus. O filho tomou o seu próprio rumo que o levou até a cruel morte na cruz. E Maria estará lá , debaixo da cruz.
Natal, Sexta-feira Santa, Páscoa nos levam à reflexão e à comparação com nossa vida.
 O cuidado daquele pai na pracinha nos faz refletir de como nós agimos com a nossa família. Enchemos todo mundo de presentes , fazemos uma bela ceia no Natal. Nada contra esta alegria. Jesus nasceu para reunir a família. Não nos esqueçamos de ir ao culto e ter uma reflexão. Onde estão os/as nossos/as filhos/as e netos/as na relação com Deus e Cristo? Não é Papai Noel a razão de reunir e comemorar, mas o nascimento de Jesus, Filho de Deus.
                                                                                   Elfriede Rakko Ehlert, Curitiba

Nenhum comentário:

Postar um comentário